E mesmo sem ver, acreditar!


2015 foi um dos melhores anos, disso não tenho dúvidas.
Começou com Janeiro e a minha ida à defesa nacional, fiquei fã daquilo, ao contrário de muita gente eu adorei aquele dia! Uns dias depois foi a ida a Gonça como é normal com o coro, é sempre um bom dia com os meus louquinhos!
Depois em Fevereiro foi O mês, o mês das imensas idas ao cinema com o pessoal lindo, o mês em que tirei a carta de condução e o mês em que fui aos convívios fraternos! E esta foi sem dúvida das coisas que mais me marcou no ano todo. Melhor experiência de sempre e que leve para a vida.
Março foi um mês muito chochinho... muito calmo! Mas isso é bom, não houve nada de mal portanto..
Em Abril foi o mês de muitas atividades do coro, uma delas foi a vigília de adoração, que me bateu forte cá dentro! Lá para o meio do mês foi a actividade do coro que foi organizado por mim, soltei-me e fiz uma personagem que toda a gente se riu, e sinto que foi a partir daí que comecei a ser vista de outra maneira por toda a gente.. Mais aceite! A única coisa mais mazita neste mês foi o jantar de gala, sim leram bem! Foi dos dias em que me senti mais deslocada e com mais vontade de ir para casa, e não, o mal não foi de ser de praxe nem dos doutores, foi mesmo da situação em si!
Maio, Maio foi outro mês que me marcou para a vida! Foi a queima da minha prima, foi o meu traçar de capa foi o cortejo! Foi a queima com os B4, o James Arthur... Foi tudo e foi lindo! Maio foi também o mês do primeiro aniversário deste blog!! 
Em Junho foi o aniversário do meu lindo coro! E a missa marca sempre! Junho tive que ir a exame a uma única cadeira, e porra o que eu batalhei com aquela cadeira! E passei no exame com 14, coisas que valem a pena. O meu primo da suiça apareceu cá em casa de surpresa. E foram as noites boas no café da tia em família!
Em Julho foi o mês de começar os ensaios e preparação para o concerto do coro! Foi o mês em que eu deprimi a ouvir "Já decidi" e chorei porque... cortejo. Foi o mês do aniversário da Japa, gente louquinha que nem a minha família, que bom! Ainda no início de Julho, fui a Vila Real pela primeira vez e fiquei fã daquilo, a ponto de lá voltar como prometido, meses depois para a serenata. Foi também o mês em que estive imenso com a Caroline e a prima Maggie, em casa delas, em minha casa, gargalhadas imensas! Foi o mês em que fui a Fátima trajada pela primeira vez, benzi a capa e queimei as velas com agradecimentos e pedidos, momentos em família lindos! Julho foi o mês do 2º Pós convívio seguido do festival juvenil da terrinha, foi um dia super-hiper-mega cansativo mas que cheguei ao final, deitei a cabeça na almofada e sorri, sorri muito! Julho fez 4 anos que a minha avó partiu e a Roxy deixou a blogo...
Agosto começou com um dia fora, mas fora cá dentro, fomos até ponte de lima! Agosto foi o mês em que pedi à Rachel para ser minha madrinha e ela aceitou. Agosto foi o mês de ir 2 semanas para o Algarve, mas com esta família, são duas semanas que eu passava melhor cá do que lá. Agosto foi o mês em que as gémeas me ligaram durante o concerto do Piçarra só para eu ouvir as minhas músicas favoritas. E o mês de mais uma noitada em casa da Carol com a Cath! Ah! O Algarve teve uma coisa boa: Vi os Azeitonas outra vez! *.*
Setembro foi a festa da terrinha, foi o concerto do coro! Foi um mês em que uma pessoa não para mas que chega ao fim tão grata... Foi o mês em que me comecei a sentir mais próxima do meu primo!
Outubro, foi um mês um bocado complicado mas apenas comigo mesma, inseguranças e filmes até dar com um pau sabem? Mas lá para o meu fui dois dias a Vila Real e, bolas, era tudo o que estava a precisar! Das melhores coisas mesmo!
Em Novembro andou tudo muito parado, principalmente cá no blog. Ora, recebi o Fiat 500, marcou sem dúvida o mês! E recebi um 18!!
Dezembro, foi o último e com certeza um dos bons meses! Tive o aniversário da Rachel, foi ao Starbucks pela primeira vez, houve muitos momentos fofos. Muito momentos de amizade e de família também! Foi o mês do Natal e agora... O fim do ano!
Foi um ano em que ganhei uma grande paixão por Teen Wolf e consequentemente, viciei ainda mais no Dylan O'Brien! Foi o ano em que o Zayn deixou os 1D, mas que eles mesmo assim fizeram um album do caraças! Foi o ano em que o meu querido Shawn deu aquele avanço que tanto precisava, quem não ouviu a Stitches? Para mim ele será sempre a Life of the Party , my boy !
E hoje posso dizer que pelo menos tentei viver este ano ao máximo, houve coisas más, houve, mas essas tem de ser assimiladas e não deixar que as suas energias negativas afectem este ano que se aproxima!
No último minuto deste ano eu vou olhar para trás e pensar em todas as coisas boas e recolher toda a energia positiva que elas me transmitem, vou deixar que me encham o coração como o fizeram naqueles dias que me marcaram e transportar essa boa energia para o primeiro minuto, melhor... Para os restantes minutos de 2016! Porque bolas, foi um ano do caraças! E como disse Chagas Freitas "o que é bom nunca acaba!", leiam e releiam isto até vos entrar na cabeça, por favor!
Já estou a chorar, lágrimas de alegria, e só consigo pensar na música da Mariza porque a minha mãe estava a ouvi-la esta tarde. E neste novo ano que se aproxima eu espero dar o Melhor de mim. Naquele último minuto, "mesmo sem ver" eu vou "acreditar" porque a "noite sempre se tornará dia"!
Foi um valente de um ano!
Obrigada a vocês por estarem desse lado, sempre! Por me apoiarem quando mais precisei e por festejarem comigo nos melhores momentos!
Obrigada a ti 2015, por teres sido um valente de um ano! ✴ ✴ 
E em 2016...

*


Não se esqueçam disto quando derem as 12 badaladas!

Family, always!


O Natal foi bom, foi muito bom. Reunimos a família, desta vez só a mais chegada mesmo, tios desnecessários não foram. Se não estão lá o resto do ano, de que vale estarem no Natal? (no hard fillings though)
Foi diferente, eu senti-me diferente não sei porquê. Não me chateei, houve uns stresses - entre tia e avô - mas eu ignorei e mantive-me bem disposta porque com estes dois não vale a pena e no dia seguinte já não se passa nada.
No dia 24 estivemos no café da tia (em segundo grau) até às 23h30, a essa hora eu e os meus pais fomos para casa da minha tia (primeiro grau, irmã da mãe) para abrir os presentes à meia noite como sempre fizemos. Recebi chocolates, dinheiro, uma bola daquelas que neva lá dentro com a torre eiffel e a base roxa e um lenço, nada de roupa porque eu disse especificamente que não queria roupa. E, a melhor prenda de todas... A minha tia deu um labrador a mim e à minha primita (claro que a criatura sendo como é já disse que o cão é mais dela do que meu porque foi a mãe dela que o comprou...) e não, não foi nada caro! Basicamente dado por uma senhora cujo filho é da turma da minha prima, faz criação. Depois de abertas as prendas chegaram as minhas primas e a tia (em segundo grau) do café, convivemos, estivemos na conversa e entretanto viemos embora. Cá em casa, recebi a instax mini 8! Iei! Pijamas que andava a precisar, assim como uma mala para a uni! Eu andava a pedir uma mala pequena para andar com a pasta, ou seja, só precisava de uma onde coubesse a carteira, o guarda-chuva e essas coisas assim, então a minha mãe deu-ma. O meu pai, deu-me um colar em prata muito fidalguinho com uma mini mão de fátima e o olho contra a inveja, adorei. Vai andar sempre comigo a partir de agora, adoro estas coisinhas pequeninas mas com grande significado.
Prendas ditas, vocês querem sempre saber estas coisas não é? :p

Ah! No dia 24 acordei às 10h, fui com o meu pai à matrizauto porque a matrícula do meu carro estava errada, só a mim ahah
Depois de tratar disso eu e o meu pai fomos à fnac comprar a prenda para a minha mãe - note-se que a minha mãe ficou em casa a pensar que estávamos na matrizauto - compramos o cd da mariza que ela adora esta mulher e o livro do Alta Definição, mais um que ela adora, chora a ver este programa! Quando lhe demos ela só dizia "Ai, adoro!!" e quase chorava!
Almocei com o meu pai e depois estive com a Rachel e ela deu-me uma caneca com mochinhos desenhados em roxo e chocolates milka! Para vocês verem o quão bem ela me conhece!

O melhor para mim veio no dia 25, é neste dia que nós consoamos, à noite! Antes de ir para o café da tia para preparar tudo fomos a casa da minha avó paterna, ela deu-me os bonbons que eu tanto gosto e eu dei-lhe uma mantinha e muitos beijinhos. Estivemos lá um pouquinho e depois viemos então cortar batatas e afins. A minha afilhada levou o Smothy - o labrador que a minha tia nos deu - para lá e foi a perdição das outras primas como devem imaginar. Entre conversas com as mais velhas e brincadeiras com as mais novas depressa chegou a hora de jantar, e como estava booom! Depois do jantar jogamos ao "Quem sou eu?", procurem a app e instalem é muito fixe, consiste basicamente em escolher uma categoria colocar o telemóvel ou o telefone sobre a cabeça e tentar adivinhar com base no que os outros fazem, nós foi dando pistas por exemplo se a categoria era objecto e a palavra era mesa nós dizíamos "onde comes" ou "onde está a comida" e coisas do género, mas pode ser feito por mímica também. Jogamos ao jogo da forca também. O meu pai entretanto foi até ao hospital porque da parte da tarde a nossa tia (do pai em primeiro grau e minha em segundo) - que tem princípios de alzheimer - não se estava a sentir muito bem - esqueceu-se de tomar a medicação das tenssões - então tiveram de chamar uma ambulância, mas ela está bem, foi só por precaução. Foi outra das coisas que tornou este natal bittersweat.  Entretanto nós só arrumamos e também viemos embora.

Ontem a minha mãe esteve doente e a vomitar o dia todo... É. Não saí de casa. Hoje está melhor.
Hoje é dia de o smothy vir cá para casa, só vem para aqui um dia entre outro porque eu vivo num apartamento e quando ele for grande fica complicado, então fica sempre em casa da minha tia. É isto.

Que venham


Que venham os cheiros a bilharacos, à carne assada no forno e à caldeirada. Que venham a aletria, as rabanadas, o bolo rei, o pão de ló de ovar, o molotofe, os bonbons e tudo mais. Que venham as correrias para os últimos detalhes das prendas. Que venham as primas mais novas a correr pela casa e a perguntar se falta muito para a meia-noite. Que venham a mãe e as tias stressadas com tudo. Que venham os filmes de animação ou de não animação. Que venham os sorrissos. Que venham as gargalhadas. Que venham as mensagens dos amigos. Que venham as músicas. Que venha o friozinho aconchegante. Que venha o quentinho da lareira ou até do fogão. Que venha o Pai Natal. Que venham os 3 reis magos. Que venham as luzinhas. Que venham as loucuras. Que venha a família com tudo de bom. Que venham as vozes altas. Que venha com tudo. Que venha o Natal!

Vamos lá com calma...


O tempo neste último mês está a andar demasiado depressa!
Sexta à noite foi o jantar de aniversário da Rachel e de repente já estava a acordar no sábado de manhã para ir preparar as coisas para o evento da pastoral que íamos fazer à noite, jornadas da juventude, angariação de dinheiro e tals.... Durante a tarde houve confusão envolvendo a Isabel, o coro, o maestro do coro e afins, grande filme, longa história. Não vale a pena contar-vos.
No próprio evento, à noite, houve os seus momentos fofos, sim acima de tudo houve momentos fofos, que eu adorei, cheguei ao fim do dia estafada e a desejar muito a minha cama, mas apesar de tudo houve os seus momentos fofos e eu fiquei muito satisfeita com o dia.
É isto, estou de férias! Vou visitar os vossos cantinhos, vou ao tumblr, vou fazer o que se faz num domingo em que já não tenho aulas no dia seguinte!
Respirem... Faltam, teoricamente, 4 dias para ser Natal!

Tu consegues!

Mas já?

Dois dias Nea, dois dias!
Depois podes descansar nem que seja um dia desta loucura de semana. Se tudo correr bem não terei que me preocupar com nada para além dos dois testes no início do mês de janeiro e nada de exames!
Dois dias Nea! Fora as outras duas semanas depois do Natal Dois, dias.

Bom fim de semana!!


Ontem foi uma sexta com sabor a sábado, tivemos reunião do grupo de catequese - a partir de agora será pastoral! - , jantei com a Thea - nunca falei dela aqui no blog, como assim? - ela faz parte da pastoral, é mais nova do que eu um ano é caloirinha este ano na universidade, assim como a Rachel foi das primeiras pessoas com quem eu falei tanto na pastoral como no coro, ela é uma querida, super responsável, adoro-a! Jantei com ela então e depois fomos para o ensaio do coro porque vamos gravar um cd!!!A meio do ensaio apareceu lá o Toby, não cheguei a perceber porquê porque limitou-se a sentar num banco a estudar/ouvir o ensaio, acho que estava à espera do Timothy que estava numa reunião dos acólitos assim como a Isabel, que é a responsável deste mês nos acólitos e marcou a reunião para aquele dia sabendo que havia ensaio.... Aquela rapariga sabe que tem os ensaios, toca guitarra e sabe que é necessária, mas não vai a praticamente nenhum, depois que se queixe. Saíram da reunião, sentaram-se à beira do Toby e depois saíram todos. A Isabel, nem uma nem duas, nem "boa noite" nem "desculpem não posso estar presente porque..." enfim.
Hoje vou estudar e ver Arrow até às 15h, depois tenho missa, pausa para galhofa e depois missa outra vez porque hoje é daqueles dias em que o coro faz múltiplas missas. E.... Logo à noite.... Tem tunas! Vou com a Sophie e a Phoebe, a Thea não pode e a Rachel também não, sadly. Mas a gente vai e a Nea nem cabe em si de felicidade porque vai ver tunas actuar!

Bom fim de semana**

Quando as pessoas pensam precisamente o mesmo que tu.

"Eh pah, mas isto é pastoral juvenil ou ... quê? Se as senhoras não podem estar nas reuniões não há reunião é isso? É melhor ser assim do que serem os jovens, nós, a não puderem?! É que a ser às 9h30 uma pessoa até desmotiva! Eu sei que a culpa não é tua, mas isto irrita-me! Já não posso ir para a noite hoje!"
Não fui eu que disse isto a alguém, foi alguém que me disse a mim, assim... Tal e qual como eu digo sempre!

People Change!


No início, esta coisa de conduzir era a modos que "complicada" para mim. Não gostava nada, ia para as aulas de condução de arrasto, sem apetite nenhum. Mais para o fim das aulas eu fui ganhando gosto, sabia-me bem conduzir. Um pouco antes de ir a exame de condução a minha tia e o meu avô deram-me um carro, era um smart, uma marca que a minha mãe e a minha tia adoram, mas eu nem tanto... Mas ei! Era um carro, e eu fiquei eufórica, com o tempo, mais uma vez, fui aprendendo a gostar do carro. Adorava ir sozinha para as reuniões e os ensaios ao sábado no meu smart, porque conduzir tornou-se das melhores sensações de sempre, é indescritível. Há uns meses atrás a minha tia começou a ver os fiat 500 e a dizer "És tu que dizes que gostas muito deste carro não és? Um dia destes ainda te dou um, novinho que assim não te dá problemas!", isto porque o smart era usado e deu-me muitos problemas, mas muitos mesmo... Ele era o tejadilho que não abria, ele era a luz amarela que acendia, ele era o deixar de acelerar... Enfim! Há nem um mês fomos à matrizauto ver os preços e eu vi um Fiat 500 Couper preto, com o tejadilho vermelho e disse à minha mãe "Mãe! Foi este que vimos na net! Não é lindo?", vou dizer-vos algo... A minha mão adora vermelho e preto, a nossa casa é toda à base destas cores, escusado será dizer que adorou o carro, mas não tanto quanto eu! A minha tia viu o preço e começou a fazer perguntas sobre créditos e afins ao rapaz, passado pouco tempo chega o patrão dele "Só para avisar que só há 2 carros desta edição cabrio, preto e vermelho. E um acabou de ser fechado negócio." ou seja, só tinha um e eu estava a ficar muitoo triste. A minha tia disse "Não temos aqui os documentos e eu tenho que falar com a seguradora, amanhã vimos cá e vamos rezar que o carro cá continue!". E assim, foi, no dia seguinte lá fomos, tive de esperar uma semana para o puder trazer embora porque como era mesmo novo tinha de esperar pela matrícula. Já o tenho nas minhas mãos há umas três semanas -não sou nada boa de datas- e o início foi complicado digamos... É a gasolina então ele ia abaixo imensas vezes, principalmente em subidas obviamente, e confesso que ganhei medo. Mas a semana passada decidi vencer esse medo e fui à depilação sozinha nele, sem mãe, sem nada, a verdade é que entendi perfeitamente as manhas do carro e tenho um maior "controlo", agora não quero outra. Todos os dias pergunto à minha mãe se ela tem de ir a algum lado e se precisa de boleia! Cada vez adoro mais conduzir, é uma bela maneira de aliviar o stress e mesmo não o tendo, de me fazer sentir bem.

Fiquem felizes por e com migo!!


Finalmente acabou a minha primeira ronda de frequências, não correram mal, penso eu! Agora tenho uns bons dias de "descanso" até às próximas e vou aproveitar para tentar responder aos vossos comentários, passar pelos vossos cantinhos e ver se vos mantenho mais actualizados! 
Mas por hoje, vou é actualizar as minhas séries e a leitura!

Andava tudo revoltado.


Hoje era daqueles dias que mais valia ter ficado na cama.
De manhã, se não ligava ao meu avô ele não me levava até ao autocarro porque a minha tia não lhe falou disso como me tinha dito que ia falar. É que normalmente é ela ou o meu avô que me levam à paragem para eu não deixar lá o meu carro porque aquela rua é um bocado perigosa. Pronto, então o meu avô por acaso estava no café e veio buscar-me num instante e eu ainda consegui apanhar o autocarro. Mas.... Foi esta correria toda para chegar à uni e a prof dar a aula para estudarmos para a frequência que íamos ter. Depois, a tal da frequência, bem, metade da turma fez numa hora e a outra metade noutra, o prof fez versões diferentes e viemos a perceber que a nossa versão era mais difícil do que a dos outros, já para não falar que aquele homem dá matéria e faz perguntas no teste que não interessam minimamente e, segundo a prof que nos dá processo penal que foi quem introduziu esta cadeira no curso, o programa da disciplina é completamente diferente daquele que ele nos dá. Olhem, é uma valente porcaria, resumidamente. Hoje já devia começar o meu estudo para o próximo teste, mas simplesmente não dá!

Ainda sobre Paris e os seus atentados...


 - Ai, pessoas inocentes morreram em Paris, vamos ser solidários!
Oh, e as vítimas do Líbano e outros sítios do mundo, que aumentam todos os dias e não só nos que têm passado?
Eu também fiquei sensibilizada, mas há sempre mais, e como sempre pessoas que acabam por ser mais importantes que outras.
 Depois, nem vou falar da França atacar a síria e depois nas notícias dizerem "Estado Islâmico" para parecer mais bonito, se há coisa que tenho aprendido no meu curso é que a comunicação social deturpa, deturpa muito! Este assunto dá-me a volta ao estômago, avancemos...
Felizmente, temos os Anonymous! Que vão "lutar" sem violência, sem matar os inocentes de todo o mundo que podem estar em risco, sem atirar bombas! E coitados daqueles que os subestimarem. Gente, o mundo evoluiu, informática faz e é muito.
E sim, eu posso dizer-vos o que eles podem fazer, não é tão pouco quanto isso.

Lição da história: Leiam mais tweets do que cabeçalhos e rodapés de jornais, não se podem queixar de preguiça, a quantidade de texto é menor ou maior dependendo do quanto quiserem "mergulhar", mas só no twitter, porque de resto acaba por ir dar sempre ao mesmo....

Eu sou uma triste...

Did You Knew?!

Primeiramente porque não venho cá há dias.
Segundamente porque o último post que vos deixo é super deprimente!

Antes de mais nada: A frequência que tive na segunda correu estranhamente bem, talvez porque antes desta tive um furo de 3h e aproveitei para ir com a Japa e a Loira ao shopping, almoçar ao Mc'Donalds! Tiramos imensas fotos e só ouvia "Oh Nea, não sei porque não gostas de fotos!!"
Já a de quarta, foi teste de uma cadeira de Direito, então tínhamos de aplicar os artigos dos códigos a certas situações e isso tudo, basicamente: era muita coisa para 1h30, muita pressão! Mas não correu mal de todo.

Hoje, estou descansada, porque fui inteligente e quando foi altura de escolher entre duas opções de disciplina eu escolhi a que parecia ser pior mas que se mostrou bem melhor. Então, quem tem a outra disciplina está a stressar por esta hora, a entrar em colapso porque é complicado e eu só tenho de estudar para um teste. Bem, esse teste é de uma cadeira em que o prof não é português e não sabe dar aulas, ninguém percebe nada das aulas dele, mas eu até estou a entender os PowerPoints (não sei como) portanto não deve ser mal de todo. Mas deixem-me estar calada que nunca se sabe!

E quanto aos atentados... Começo por dizer que não é só Paris que está a sofrer com tudo isto, sou das primeiras a citar o Libano e afins em todo o lado. Agora, tenho lido também em todo o lado e mais algum "bocas" sobre Deus e as religiões, não preciso de me explicar, quem tem facebook de certeza que já leu posts e comentários sobre isto de diversos modos e feitios. Mas se há coisa que eu não suporto são falsos moralistas e pessoas super "cultas" mas depois abrem a boca e não dizem coisa com coisa, as respostas são tudo menos fundamentas e com cesso. Continuando.... O meu pensamento é sempre o mesmo: Terrorismo não é religião! E não me venham com merdas (desculpem a linguagem).

Agora, sobre o post passado:

Doeu e não foi pouco...


Sabem aquela altura em que se diz "Se me tivesses dado uma chapada teria doído menos?", há cerca de uma semana atrás passei por uma situação destas...
No sábado passado, Halloween, fomos a uma espécie de "casa assombrada" um grupo de animação encarnou umas personagens e nós fomos ver, aquilo não foi nada de mais e não assustava quase nada. Mas o foco não é este... Quando acabou aquilo nós começamos a caminhar para o parque onde estava o carro da Sophie e da Phoebe, oh! Quem foi? Fui eu, a Sophie e a Phoebe então, o Toby, o Clau um amigo do Toby (que anda na minha universidade mas que eu nunca vi lá ahah), o Timothy que anda no grupo de catequese agora connosco, a Lily (amiga deles que eu não conhecia) e a Alexandria, prima da Sophie e da Phoebe e namorada do Timothy. 
Continuando...Estavamos a vir embora quando paramos numa daquelas "estações" para tirar fotos, e num momento em que a Lily e a Alexandria continuam a tirar fotos o Toby pega num braço da Sophie e vira-a, começa a falar para ela em segredo mesmo como quem não quer que os outros percebam, ali, ao meu lado. Segredos em reunião é falta de educação certo? Pelo menos foi isso que me ensinaram! Estavam eles a falar, estava o Clau a falar para a Phoebe, a Alexandria e a Lily a tirar fotos, o Timothy a falar com uns rapazes que lá passaram entretanto e eu ali, a olhar para o céu feita parva.
Nunca me tinha sentido tão outsider na minha vida como naquele momento, foi o cúmulo e magoaram-me...


Não me digam para falar com eles sobre isto, pelo amor de deus !

Tag || Sweater Weather



O blog anda muito parado eu sei, estamos a entrar em altura de frequências, mas eu sinto que vos devo ir actualizando ou mantendo este sítio não-parado, portanto hoje trago-vos uma Tag, uma das que eu tanto gosto. Sobre o Outono! 
Achei esta no Youtube, enquanto via vídeos de alguns e algumas youtubers que tanto gosto e disse que a queria mesmo fazer! 
Não vou nomear ninguém, sintam-se à vontade para levar!

Podemos chamar-lhe uma review


Eu sei, eu sei que tenho andado ausente. A semana foi grande!
As aulas foram basicamente práticas, muita investigação mesmo como gosto, adorei resumindo! O crédito do carro foi aprovado e eu ainda não acredito que vou ter um Fiat 500, estou só à espera que a matrícula fique pronta.
Ando numa fase de fangirling mais do que o normal, no tumblr é o Dylan O'brien lindo e maravilhoso e perfeito!! No twitter ele é Shawn Mendes, ele é 1D, ele é Demi Lovato, gente maravilhosa! E no Youtube é Little Mix.
Começando pelo Dylan, aquele rapaz é um actor de que nem é bom falar, o talento dele é infindável, para mim a melhor temporada de Teen Wolf é a 3ª precisamente por ele, recebeu o papel que há muito merecia e não podia fazer mais juz!
Shawn Mendes, é o meu Shawn, eu nunca falei nele por aqui nem em lado nenhum, mas eu adoro-o desde o início... Life of the Party foi a minha música durante muito tempo, cheguei a usá-la como legenda da foto de perfil e isso quer dizer muito gente! Agora, agora há o albúm novo, mas Deus... Aquela Stitches dá cabo de mim! Para não falar na fofura e voz lindaaa do moço!
One Direction, criaturas vamos falar da evolução destes rapazes sim? Ainda me lembro de danças feita maluca com Magic, de berrar a Live While We're Young enquanto andava no kanguru com a Cath e muito mais, sempre porque eu posso não estar lá desde o X-Factor mas estou desde pouco depois, eu sei as letras todas do primeiro albúm e são muito poucas as que o sabem como eu. Mas ver a evolução destes meninos, é algo de deixar alguém babado! A semana passada estavamos lá no shopping de Vila Real e começou a dar No Control quando estavamos na casa de banho, escusado será falar nas nossas figuras! Logo a seguir deu a Drag me Down, eu adoro ainda mais esta música, senhores! E no dia seguinte foi lançado o audio da Perfect, ficamos o resto do dia com a música na cabeça. E o vídeo? O vídeo está perfeito, perceberam o trocadilho? Da minha parte, está provado que os videos a preto e branco são os melhores!
E se estámos a falar em evolução e orgulho... Não o poderia fazer sem citar: Demetria Devonne Lovato, mais conhecida por vocês como Demi Lovato! A menina de Skyscraper agora está super Confident. Custa-me um bocado ver que só agora é que lhe dão mais valor, agora que ela já tem a confiança que há tanto já devia ter. Mas é bom, ver isso mesmo, ver que ela é finalmente valorizada como há já muito merecia! A nossa menina de Camp Rock cresceu e hoje é uma Mulher que lutou contra todos os obstáculos que lhe colocaram no caminho. E eu só peço o CD novo que muitos têm e eu que ando aqui a meses, anos a ansiar unf!
As Little Mix, as little mix sim eu sigo desde o início, desde que elas se formaram no factor x, elas que não se conheciam e agora são as melhores amigas. Foram o primeiro grupo feminino a ganhar o programa e para mim são a melhor girlbind do mundo! Eu sei que há muitas fãs das Fifth Harmony por aí, super orgulhosas, que as acham as melhores, desculpem... É porque não conhecem plenamente as Little Mix. As vozes delas, são do outro mundo gente! Elas não tem uma vocalista principal, elas são todas as vocalistas. Não sabem do que falo? Ouçam isto sff:

Sim, elas choraram nesta música, e não foi pouco.
Good Enough é das melhores, se não mesmo a melhor música delas para mim, a letra, as vozes delas. Esta música destaca tudo o que elas têm de bom! E se tiverem um tempinho, vejam todo o concerto delas na O2 arena do ano passado e depois digam algo sim?
Para mim, repito para mim, Fifth Harmony não conseguem, mesmo, ultrapassar estas miúdas!

É tudo, por hoje*

Não parei, para variar!


Fui a Vila Real, mas não fiquei para ver o meu querido Piçarra porque estava super hiper mega cansada e não tinha dormido nada de quinta para sexta. Mesmo assim, a serenata na quinta à noite foi bonita, gostei! Sexta a Carol mostrou-nos um pouquinho das redondezas e eram 17h quando entramos no autocarro para voltar à nossa terrinha. 
Sábado à tarde não houve coro para ninguém, fui a um stand com a minha tia e os meus pais, a minha tia sabe que eu nunca fui assim fascinada pelos smarts e eu não lhe pedi nada mas deu-lhe na telha que me quer dar um Fiat 500 e ela ou fica com o smart porque a carrinha dela já é velhinha ou dámos o carro a trocar. Eu sei bem o quanto um carro custa e já não peço prenda de natal a ninguém! Hoje foram lá preencher a papelada e agora só falta ver se o banco aceita o crédito. 
Hoje de manhã tive uma feirinha para angariar dinheiro para as JMJ, correu muito bem e vamos continuar a fazer feirinhas destas. Agora estou por aqui, vou passar uns apontamentos a limpo e depois vou actualizar umas séries porque tenho muitaaas para actualizar! A semana é de aulas, que com este tempinho não estão com nada...
BOM DOMINGO! **

Beijos!


Vou ali a Vila Real - com a Carol e a Cath, ver o Agir e o Piçarra - e já volto!

Quando a Nea parar de fazer filmes...


.. cai um santo!
Sexta tive reunião do grupo de catequese, a sósia ficou como representante do grupo e eu fiquei em segundo, mas ela terá de faltar umas quantas vezes então sou eu que vou por ela às reuniões. Vamos fazer uma festa de Halloween para angariar dinheiro para a nossa viagem e digo-vos já que se tudo correr como planeado vai correr mesmo muito bem.
Ontem tive casamento, missa das 15h e das 18h30 com o coro. E reunião do grupo de catequese para preparar tudo para a festa de halloween. Está tudo normal com a Sophie e a Phoebe, foram só filmes da minha cabeça. Elas fizeram anos na sexta e já me tinham convidado para o jantar de aniversário em casa delas há uns tempos, ontem à noite foi a festa e eu fui. A Rachel também foi, jantamos, conversamos, jogamos pictonary, fizemos de tudo um pouco. Foi muito bom e eu ri-me imenso, mesmo.
Queria muito responder aos vossos comentários, mas ando mole e só me apetece ver séries e ficar deitada no sofá. Típico de domingo!
Bom domingo para vocês**

Isto não me tira nada do sério...


Vou contar-vos uma história, algo que me tem acontecido nos últimos tempos, que me deixam fora de mim e super triste.
Há umas semanas no coro houve eleições, para os representantes do mesmo e tinhamos também de eleger uma pessoa para representar o grupo nas reuniões gerais, feitas com todos os grupos da paróquia e todos os anos de catequese. Eu fui escolhida para ser essa pessoa. Dias depois numa outra reunião do coro o maestro disse que apenas os maiores de 16 podiam votar num representante do grupo e não toda a gente, como nós tínhamos feito, então fizeram-se novas eleições. A Isabel estava na reunião em que o maestro disse tudo isto, em que disse que então não era eu até os novos votos saírem. Os novos votos saíram, e quem ganhou foi o maestro por 2 votos, e ganhou muito bem! Ele é que está plenamente por dentro de todos os assuntos do grupo, é mais que justo.
Na sexta feira passada a Isabel mandou mensagem para todos os elementos da pastoral, e o melhor começa aqui, para todos os elementos menos para mim e a Phoebe. No dia em que eu fui sair com a Sophie, a Phoebe e o Toby estavamos a falar disso e o Toby até ficou chocado por ela não ter mandado para nós. Agora, outra parte boa: Na mensagem, a Isabel dizia para as pessoas votarem numa pessoa para ser o representante do grupo de catequese, mas, que não podiam votar na S. porque a senhora está a representar o ano de catequese dela, nem em mim, supostamente porque estou como representante do coro. Eu acabo de ler a mensagem e digo logo à Sophie, como é que ela mandou isto para as pessoas se ela estava na reunião do coro e ouviu o maestro dizer que eu já não era representante até os votos saírem? E, a namorada do maestro já tinha mandado mensagem a dizer que ele tinha ganho a eleição. Por isso ela não tinha nada que me vir com merdas, desculpem a linguagem mas é mesmo assim. Tem algum jeito? Não tem! Se ela quer ficar como representante que fique, não sou eu que vou bater peito com ela. E mesmo que fique, verdade seja dita... É comigo que o maestro vem ter para eu falar com as pessoas do grupo de catequese sobre determinado assunto, e o mesmo acontece com a S. que me vem pedir para falar com o maestro e assim, eu é que fico sempre no meio, eu é que faço sempre tudo.
Depois, ontem, a namorada do maestro ligou-me a perguntar se era o coro a cantar na missa do grupo de catequese amanhã e eu disse que sim. Ela sempre calma a falar "Pois... Mas é assim... Ninguém nos disse nada... E nós não podemos andar sempre em cima do calendário para ver quando temos as missas. Por isso, se tu pudesses avisar tipo a meio da semana a partir de agora, a gente agradecia.", ficou tudo resolvido e eu fiquei de mandar sempre mensagem. A seguir a isto mandei mensagem à Sophie a explicar que o maestro estava lixado que ninguém o avisava, que já era assim há uns tempos e só em cima da hora é que se sabe. Que agora ia avisar sempre com antecedência. Que sabia que estava tudo no livrinho mas, nós temos tanta coisa, nunca nos lembramos do semelhante, principalmente os da direção. Ela disse que eu não tinha razão, que tinha ficado falado na reunião que as missas iam ser feitas pelo coro e eu, tinha dito que na reunião seguinte que era do coro iria falar, elas não foram. E que ninguém tinha que ficar com azia... É uma questão de se avisar com antecedência. Eu não sei quanto a vocês mas eu não interpretei isto lá muito bem...
Mas pronto, não tem nada que vir contra mim, eu disse que tinha avisado mas que também não tinha a obrigação de avisar as datazinhas. Sou apenas um membro dos dois grupos, faço o que posso. Ela continuou a dizer que nós tínhamos ficado de avisar o coro e disse "Esquecimentos todos temos" lá para o meio. Mas eu não me esqueci, oh pah.
Depois disto continuou com a conversa mas já com smiles à mistura como quem diz, não estou a dizer nada por mal. E eu quero acreditar que não. Mas a verdade é que aquela gente tem andado muito estranho comigo ultimamente. Pode ser só impressão minha, mas sinto que se anda tudo a virar contra mim e não é só no grupo de catequese.
Hoje à noite é a reunião onde se vai fazer a votação para o representante do grupo de catequese então e eu vou, vou ver o que sai de lá e os comportamentos da Isabel. Não ando a gostar disto e já ando a pensar duas vezes sobre a minha continuidade lá.
E gente, por favor não me peçam para falar com as pessoas, há certas coisas que simplesmente não se fala... As pessoas tem que aprender a bater com a cabeça na parede, não sou eu que vou pegar nelas e espetá-las!

Estou bem, estou melhor


Lembram-se de eu ter dito que este fim de semana não saía de casa? Pois... Digamos que há pessoas que gostam de me estragar os planos.
Ontem, a Carol e a Cath decidiram que era dia de irmos lanchar à "nossa" confeitaria, era lá que se almoçava e lanchava nos tempos do básico. Depois do lanche fomos jogar wii e uno para casa da Carol. Hoje de manhã tive uma missa com o bispo da região e se eu não fosse a Maggie matava-me porque precisava da minha ajuda para orientar o pessoal visto que o maestro e a namorada foram para Roma (ver o Papa com a família). Agora há pouco recebi uma mensagem da Sophie:
Logo à noite vamos tomar um cafézinho à vila, "não" não é resposta.
Depois disto falaram com uns quantos do grupo de catequese mas parece que só vamos nós as três e o Toby. Vejam se percebem que o Toby adora andar no meio de gajas, já na feira medieval do ano passado andávamos nós as 3, a Rachel e ele.  E lá vai a Nea, porque a Nea adora esta gente e não é todos os dias que se lhes dá esta panca de ir tomar um cafézinho. Mas percebam uma coisa: De nós os 4, só eu é que tomo café.....

Farta!


Estou farta que a minha tia cague na testa da minha mãe e ela lhe continue a fazer tudo e a tratá-la bem. Ela pode ajudar-nos com muita coisa mas nada paga certas atitudes.
Estou farta que a minha mãe diga para eu ter cuidado com o dinheiro quando ela não tem razão de queixa. Quando é ela a comprar montes de coisas parvas não se preocupa com o dinheiro!
Estou farta de ter o meu carro há um ano e a minha tia já o ter usado mais vezes do que eu. O carro é mais dela do que meu.
Estou farta que me ponham de lado e ainda pensem que ando aqui a comer gelados com a testa.
Estou farta!

Me aguarda!


Estou doente, nariz entupido, ouvido infeccionado, para não falar na tosse... Mas essa já é tradição para os meus lados.
Este fim-de-semana vai ser mesmo à Outono, não vou sair de casa (só no sábado, 1h, para o coro). Vou ler, ver séries, ver filmes, andar pelo blog e pelo tumblr. Quero procrastinar! E já vou começar amanhã. Por isso, sofá...
Me aguarda!

Eu não sou a queridinha...


Mais frequentemente ouço as pessoas dizerem "Ela parece querida e fofinha, mas não a queiras ver do avesso..." do que "Ela parece uma nojenta, mas depois revela-se uma simpatia.". Posso ser uma simpatia, mas não gosto que me pisem os calos. 
A Blaire e a Taylor são as mesmas desde o ano lectivo passado, põe-se com bocas, acham-se superiores e se as coisas não são como elas querem, cai o Carmo e a Trindade. Têm-me posto a mim e à Japa de lado, imensas vezes, nós agradecemos mas há coisas que simplesmente não se fazem aos outros. Não desejo mal a ninguém, até porque a lei é: Tudo o que vai, volta. O karma acaba mesmo por actuar e estas duas meninas já estão sob o seu efeito.

Das coisas boas da vida


1º A Ashley entrou na segunda fase das candidaturas à universidade! A minha parceira já é caloirinha!

2º Quando vais para o coro o ouves coisas do género:
- Estás a 100% não estás Nea?
- ...
- Claro que estás, estás sempre!
O problema é quando não se está e a voz falha! 

Mensagens que guardo | ▪4


O melhor livro do Pedro Chagas Freitas nem é o "Prometo Falhar.", aquele que toda a gente, ou quase toda a gente leu. Eu tenho o "Eu Sou Deus" e juro que é dos melhores livros que eu já li. E digo-vos que podem contar com muitas citações deste livro no "Mensagens que guardo". Fiquem então com a primeira deste livro genial: 
« Podia dizer-te que tudo vai ficar melhor, que tudo vai correr bem com esta bosta de país, com esta merda deste mundo, com este nojo desta sociedade, com este excremento chamado economia. Podia dizer-te que sempre que o Homem esteve em crise ficou melhor Homem, que sempre que o Homem bateu no fundo chegou mais alto. Podia ainda dizer-te que é sob pressão que mais se fala ao coração, que mais se sente a emoção. Podia fazer-te acreditar que acredito que é possível dar a volta, que é possível mudar a sorte - porque a sorte, por sorte todos o sabemos, não é mais do que a competência de quem gere o destino. Podia fazer mil e uma coisas, dar-te mil e um conselhos, mil e uma palmadinhas nas costas. Mas não: prefiro dizer-te, como te disse, para respirares. Para sentires o que tens e o que não tens como provas indubitáveis de que tens tudo aquilo de que precisas. Porque, no fundo tudo aquilo de que precisas é um corpo para respirar e um mundo para viver. Pode ser uma merda, pode não valer a ponta de um corno. Mas é o mundo: o teu mundo. Aproveita-o. E respira. Até que te falte a respiração. »

Accomplished (??)


Em Junho fiz uma Summer Goals com os seguintes objectivos:

  • Ficar minimamente morena
  • Ir para a praia com a Cath e a Carol. E talvez com o pessoal do coro.
  • Ler no mínimo 5 livros.
  • Ver no mínimo 50 filmes
  • Acabar, tentar acabar e manter-me ao corrente de todas as séries que depois vos direi e vocês irão perceber porquê que é tentar acabar umas e acabar outras!
  • Ir e matar saudades no 2º pós-convívio
  • Ir a quantas festas das terras das redondezas for possível
  • Have some fun!
  • Não me chatear muito
  • Escrever todos os dias que estiver de férias no Algarve, o que aconteceu nesse dia
  • E a única coisa que exige dinheiro: Uma instax mini 8

Bem... Quanto ao primeiro ponto, fiquei minimamente morena, mas mesmo minimamente! Fui à praia com a Carol, com a Cath não fui nenhuma vez, ela começou a fazer praia quando eu fui para o Algarve. Li 4 livros e meio, vou a meio de um portanto, e um e-book. Vi 16 filmes, nem metade da metade mas compreendam-me... De todas as vezes que eu tinha tempo para ver um filme ou encontrava um perfeito - a maioria dos 16 foi assim mesmo - ou não havia nenhum que me chama-se. Séries, eu sou uma viciada em séries o ano todo, este verão tirei uma pausa disso, ok? Mas mesmo assim consegui actualizar um bocadinho de Teen Wolf. E vi a finale de Pll claro - como puderam reparar! 
As saudades foram mortas e mais que mortas no 2º pós e já marcamos um pós-pós em Felgueiras. Fui a 3 festas das terrinhas e numa delas realizei um sonho que nunca imaginei que constaria nesta Summer Goals, vi o Diogo Piçarra ao vivo e a cores! Este fim-de-semana que vem ainda há outra festa mesmo aqui ao pé e eu vou, já não é Summer mas devia contar.
Tive alguma diversão, bem, mais do que alguma! Não me chateei assim muito, a não ser enquanto estive no Algarve, mas pronto. Mas... Escrevi todos os dias o que tinha acontecido por lá. 
Quanto à polaroid - instax mini 8 - não a tenho, mas... já me disseram que vou ter.
Fora isto, foi um bom verão, fiz coisas que nunca pensei que a fazer tão cedo. Tive o melhor concerto do meu coro. Vi os Azeitonas e o Piçarra ao vivo. Fiz uma maratona de filmes do Harry Potter, planeei um fim-de-semana prolongado em Vila Real ambas as coisas com a Carol e a Cath. Revivi os bons velhos tempos e andei de Kanguru. Tudo isto e muito mais. Amizades fortalecidas, novas formadas, muitos mergulhos e festas. Enfim, foi Verão!

Changes!


Mudei as cores, o esquema e a playlist do blog. O outono começa a 20 de Setembro pelo que sempre ouvi, portanto também chegou ao blog. Gostam das "pequenas" alterações?
Passando à playlist... Ando viciada na nº1: Black Magic das minhas queridas Little Mix. E sempre vou adorar a nº9, Hold Back the River!
Domingo é isto... Blogosfera, vou ler um pouco, andar pelo tumblr e ver umas séries. Logo é deitar cedo porque amanhã é dia de regresso à universidade. Já está tudo pronto, caderno e tudo o que é necessário no saco.
 E vocês? Já começaram as aulas?

Eis o horário

Ora bem, inicialmente o meu horário era literalmente assim: Entrava todos os dias às 8h30, à segunda e à quarta saía às 13h e à terça e à quinta saía às 11h30. Todas as tardes livres, e a minha querida sexta tal como no ano passado.
Eu fiquei deliciada! E pensei: melhor impossível. Mas...


Ei-lo! Aquela segunda à tarde é a única coisa que me dá a volta à barriga, mas se é para ter aqueles dois dias a entrar às 10h, que seja. Aquele furo à terça dá para fazer trabalhos. Mas se aquela única aula de quinta passa-se para aquele furo de terça seria o paraíso. Eu não me queixo! Digam-me lá se não está muito bom?

É a primeira vez que isto me acontece!


Na quarta feira da semana passada fui ao cinema porque a minha afilhada queria ver o filme da Sininho. Lá fomo nós, quando chegamos lá e eu olhei para todos aqueles posters e vi os filmes em exibição, cheguei a uma conclusão... Eu quero vê-los todos! Sabem o que é todos?! Já vi o da Sininho, quero ver o Hitman, O Agente da U.N.C.L.E, Transporter- Potência Máxima, o Missão Impossível, Descarrilada, Nós somos teus amigos, Cidades de Papel, A Família Bélier. E até o do Anselmo, o da Ovelha Choné e o Pátio das Cantigas! No sábado juntei mais um: Maze Runner - Provas de fogo.

O concerto e afins


Depois do jantar em casa da avó fui trabalhar para a barraquinha do meu grupo de catequese. Estamos a angariar dinheiro para a nossa ida às Jornadas Mundiais da Juventude em 2016, na Polónia. Foi assim durante a noite de domingo e o dia inteiro de segunda. Ainda juntamos algum, bem bom!
Na segunda à noite tivemos o primeiro ensaio da última semana de preparativos para o concerto do meu coro. Na terça tivemos missa da padroeira da terrinha, e bem...Nós cantámos a mãe companheira, e digamos apenas que estávamos com a potência toda, resultado? A Nea arrepiadinha feita galinha. Olhei para a Dih, ela estava a chorar e fez-me um olhar como quem diz: Eu sei. No dia seguinte cheguei ao face e tinha uma imagem do tipo «Aquele olhar que só você e sua amiga entendem» e é isto.
Quarta mais ensaios. Quinta começaram as arrumações e digamos apenas que aquilo estava tudo menos limpo! Eu fiz de tudo, limpei vidros, varri, mas o que fiz mais foi passar a esfregona pelo chão porque todos concordaram (não sei porquê) que eu era a melhor nisso. Ficamos lá entre arrumações e preparativos até às 19h, depois fui jantar com a Maggie e às 20h30m estávamos de volta para outro ensaio.
Sexta foi apenas o ensaio geral à noite. E eis que chega o grande dia... O sábado, eram 9h em ponto quando cheguei ao patronato. Até à hora de almoço nós mudamos os bancos do andar de cima para o jardim, pusemos os panos na entrada para dar um ar de cortinas (tipo circo, imaginem) e colocamos a passadeira vermelha. Depois fomos almoçar e às duas menos quê voltamos à base, arranjamos tudo o que tinha de ser arranjado. Às 16h fomos todos tomar banho e vestir as nossas t-shirts do grupo, às 17h estávamos lá outra vez para o sound check. Lá fui eu a essa hora e nesse dia, eu só fui a casa tomar banho, e foi rápido!
O pessoal foi chegando, tiramos muitas fotografias, nomeadamente eu, as gémeas, a Maggie, a Rachel e a Tris. A Tris é segunda como eu, mas tem um vozeirão que senhores...Eu adoro aquela miúda, ela é linda, é fortezinha como eu mas é linda, tem uma cara tão fofa! E é daquelas pessoas que só está bem a fazer-te rir e não gosta de ver ninguém triste.
Jantámos, e às oito e meia actuou o primeiro grupo. Tivemos alguns grupos que actuaram antes de nós, nós fomos os últimos claro. Cantamos o que tínhamos a cantar, e antes do nosso hino a Jillian (namorada do maestro, adoro-os!) leu um texto, deixo-vos aqui um excerto para entenderem umas coisas:
«E é por isso que hoje todos juntos fortalecemos o lema 'Serei sempre o nome do coro', não o tendo na cabeça mas sim no coração, coração este que bate aceleradamente por este grupo, por esta família, por esta maneira de viver. Coração este que carrega o emblema que nos faz ter tanto amor pela t-shirt que trazemos vestida. Coração este que quer levar o nome do coro onde ele merece estar, bem lá no alto.»
O texto era comprido, e ainda não ia a meio já estava a Ashley a chorar. A Ashley concorreu à segunda fase porque não fez um exame na primeira. Ela é da minha idade mas trocou de curso então ficou um ano "para trás". No texto a Jillian falava de sonhos, de lutar por eles e alcança-los e ela começou a chorar aí. Depois qualquer pessoa que dá valor, que sente tudo no coro iria ficar tocado com aquele texto. Eu fiquei, mas não chorei! Até ver... Depois chamamos os ex elementos ao palco e a nossa Joo, do nosso trio, veio para a nossa beira, abraçamo-nos as três todas emocionadas e... mal se cantou o primeiro verso do hino... lágrimas, lágrimas na face da Nea! Foi lindo, para mim, foi o melhor ano de todos porque apesar de o público não ter dado tanto como nos outros anos, nós demos, eu dei mais de mim este ano do que nos outros todos. Eu estou mais unida a certas pessoas do que nos outros anos todos, eu estou no coro de uma maneira que nunca estive nos outros anos todos!
Depois do concerto arrumamos tudo e fomos para cima, para os nossos quartos improvisados, estendemos as mantas e os sacos cama. Estávamos com tudo arranjado e arranjados eram 3h da manhã. Tentamos arranjar coisas para fazer, mas estávamos tão cansados que nem um filme aguentamos e adormecemos todos. Éramos 11 pessoas numa das salas, incluindo dois casais, o do maestro claro. Portanto, no meu quarto estavam os responsáveis, os responsáveis pelo coro e os responsáveis que queriam dormir. No quarto ao lado estavam 6 rapazes, um deles era um miúdo de 13 anos que parece ter bem menos, a Caroline foi lá e perguntou se ele queria dormir, ele disse que sim e ela trouxe-o para o nosso quarto, vão 12. Ainda demorou para adormecer-mos porque os moços não se calavam mas o cansaço era tanto que lá conseguimos.
Eram 9h15, eu e a Caroline acordamos precisamente ao mesmo tempo, fomos as primeiras. Rimos da posição em que o tal miúdo do outro quarto estava a dormir, do maestro a rossonar e do Stiles a falar durante o sono. (Stiles- namorado da Ingrid, a que toca violino e foi ao factor x, não digo quando entrou nem quando saiu :p) 
Pouco depois todos começaram a acordar, fomo-nos vestindo e tomando o pequeno almoço. Ao meio dia fomos para um casamento, quem é que se casa na hora de almoço?! Aquilo acabou às duas e foi quando fomos almoçar. Eu almocei e vim-me embora que já não me aguentava em pé.
Cheguei a casa, deitei-me no sofá e adormeci. Fiz febre e tudo. Ainda na ontem estava com tosse, mas já bem melhor.
Foi isto minha gente... Lindo!

Vi, senti e soube

está mesmo forte

Então, continuemos no tempo... Noite de domingo, dia de procissão. Pensaram que eu tinha ido para casinha descansar? Nah, nah... Jantar em casa da avó com os primos. É aqui que junto mais uma razão para dizer que aquele domingo foi emotivo, demasiado emotivo. Estávamos a jantar, e o meu primo que esteve na Suiça, irmão do nino, é quem está a falar. Eu sempre o admirei, sempre gostei muito dele, mas digamos que nem toda a gente sente o mesmo. Nem toda a gente gosta dele, e é muito criticado, inclusive pela própria família. Vou passar a citar então certas cenas que ele disse naquele jantar que me deixarem de lágrimas nos olhos e/ou arrepiada da cabeça aos pés. (a tudo o que será citado adicionem muita emoção, porque ele dizia tudo isto de uma forma... carregada)
"Eu não falo com os meus pais há 2 meses, desde que voltei para aqui, porque não concordo com certas cenas. Eles ligaram-me imensas vezes durante os primeiros dez dias e eu nunca atendia. Quando a minha mãe me disse que o meu irmão vinha para cá no verão todo e que ia ficar comigo eu não aceite... Porque o meu irmão é muito diferente de mim com a idade dele. O meu irmão está muito mal habituado. F***-se! Eu fui a uma loja porque precisava de comprar umas calças e tinha 20€ na minha carteira, comprei as calças. O meu irmão correu a loja toda e chegou à caixa, sacou do cartão de crédito dos meus pais e disse «Levo tudo!» e veio embora carregado de coisas! C******, eu com a idade do meu irmão já conduzia um empilhador na fábrica de cortiça de Coruche para ter dinheiro para o que queria! Os meus pais vêm que estão a falhar ao meu irmão em termos de carinho, sabem que não lhe estão a dar o carinho que me deram a mim. Porra! A minha mãe foi para a suiça e deixou-nos aqui sem pensar duas vezes. Mesmo sabendo que o meu irmão não queria ir para lá futuramente. E é onde ele está agora gente... Eu levei, levei de vassoura à frente da minha prima (aponta para mim e esboça um sorriso) mas tenho quase a certeza que o meu irmão ainda não sentiu uma mão. Acho que é isso que lhe falta um bocado. Bem, o meu irmão teria uma educação mil vezes melhor se ficasse comigo mais que os simples 3 meses das férias de verão."
Ninguém disse nada, mas todos sabiam que ele tinha razão.

Ele disse ainda outra coisa que me deixou a pensar, deixou-me a pensar mesmo muito, porque eu ainda estava sobre efeitos das férias no Algarve, farta de certas atitudes das pessoas à minha volta. E ele disse isto no final do jantar:

"Eu sei que sou um filho da ****. Eu sei, não preciso que me digam. Mas também,podia ter defeitos piores... Os meus pais podiam ter todas as razões de queixa e mais algumas e não tem, eu não bebo, eu não fumo, eu não me meto em drogas! Excedo os limites de velocidade de vez em quando, mas nada de mais! 
Eu sei que as pessoas me querem ajudar e eu não deixo. Eu sei que me isolo, sei isto melhor que ninguém, mas isolo-me porque quero. Porque não estou para aturar certas bocas. Mas também digo «Queres falar de mim, fala à minha frente que as minhas costas ainda não tem ouvidos e assim não serve de nada». Eu sei que tenho gente à minha volta que quer o meu bem, sei que muitas dessas pessoas não me vão ligar a perguntar se estou bem, quando tem de fazer fazem e é assim que gosto. Mas também sei que essas pessoas que fazem tudo por mim, terão tudo de mim também (e olhou para mim), faço os possíveis e os impossíveis. Com os meus ninguém brinca, comigo ninguém brinca."

Ele disse isto tudo e muitas vezes olhou para mim. E pela primeira vez em muitos anos a ser prima, eu senti carinho, eu senti que ele me via como família e que poderia contar com ele para tudo. Ele já me tinha dito isto muitas vezes, lá no fundo ele sempre quis expressar que se importava, mas naquela noite foi a primeira vez que eu vi, eu senti, eu soube que ele me via e sabia que eu sempre estive lá. Depois de ele ter dito, expressado isto, eu pensei para mim mesma "Não, isto tem de mudar. Ele tem razão. Se tu não gostas de certas atitudes tu não tens que as aturar, tu não tens que te calar e acenar Nea. Tu vais tomar uma atitude tu própria e que se lixe se os outros não gostam ou te vão repreender só porque não tens as mesmas atitudes e a mesma forma de pensar. Isto tem de mudar!"

Para além disto eu vi alegria (?) no olhos dele quando eu disse que estava em Criminologia e que o primeiro ano tinha corrido muito bem. Fez as tradicionais piadas de "já tenho quem me safe quando cometer crimes", ironicamente.


*Mudança de planos, o post sobre o concerto será amanhã. Se não seriam diferentes assuntos e muito texto.* 

Foram duas longas semanas...


... mas foram as melhores semanas. Todo o esforço compensou.
Desde a última vez que escrevi foi um corrupio de preparativos e afins para o concerto do coro. E antes de vos ter escrito aquilo, foi a procissão da terrinha. Fiz um bom bocado do tapete com o meu grupo de catequese das 6h da manhã até ao meio dia e posso dizer que ficou lindooo! O problema é que com a procissão e os pés todos aquilo ia ficar tudo desfeito e imperceptível, e assim foi. Mas valeu cara! Meio dia então, fui almoçar e tomar banho porque estava cheia de pó no cabelo inclusive, às 15h00 já estava outra vez em Hogwarts, pronta para levar o andor do primo. Fico assustada quando vejo que sou a mais baixa, e com razão ok? Depois o meu susto teve razões de ser quando eu pego no andor e sinto o peso praticamente to-do! Tive de meter uma toalha por baixo da almofada que todas as outras tinham, para ficar minimamente ao "pé" delas. Éramos só mulheres, um dos dois andores só de mulheres era o nosso. É o 3º ano que levo um andor, 2º que levo o do meu primo e nunca tinha chegado ao fim de uma procissão tão mal e tão sem forças, mas era o conciliar de um ano em grande, desde a última procissão muita coisa tinha acontecido... Eu entrei na universidade, eu tirei a carta, eu ganhei um papel importante no coro e não só e ao carregar aquele andor eu senti, literalmente, o peso de todas estas coisas e eu tinha de conseguir e entrar na igreja foi das melhores sensações, melhor ainda que os anos anteriores. ( E ao escrever isto já estou a chorar, nada mais a dizer, é sensação de dever cumprido e agradecimento, impossível de se descrever.)

Se custo? Custou p'ra caraca. Mas, garanto-vos, para o ano estou lá outra vez. Primeiro porque família é família, segundo porque sensação de dever cumprido é maior que qualquer dor!


*Já está agendado para amanhã tudo sobre os restantes dias, os dias para o concerto!*

É remar!


E só de lembrar que há um ano atrás era eu que acabava de saber a minha colocação. Senti de tudo, melhor, nem sabia o que sentia! Entrei no último sitio que me imaginava a entrar, chorei durante as noites seguintes até adormecer. Por um lado queria arriscar e ir para longe,  por outro, não queria sair daqui, não naquela altura. E foi isso que fiz, fiquei por cá, aceitei que teria de parar um ano, fazer melhorias até. Mas era um sonho de sempre que estava a deixar de lado, só que me seguia no antigo blog sabe o quanto eu queria isto, e mesmo assim não sei...
Algo em mim dizia que apesar de tudo não devia parar, foi quando o meu tio me disse " Porque não uma privada? ", eu disse logo que não porque seria muito caro. Ele disse que se eu fosse para onde iria inicialmente iria gastar o mesmo que pagaria aqui numa privada e para além disso teria direito a bolsa quase de certeza. Então arrisquei,  procurei... No entanto, só havia Biologia numa privada em Lisboa, ou seja, ia dar ao mesmo. A minha mãe perguntou se não havia outro curso que gostava, para ver a lista de cursos das privadas do Porto e escolher o que mais gostava. Criminologia, era aquele que se destacava no meio dos outros todos, aquele que por acaso eu tinha "chocado" no 11° ano. Vi o plano curricular de todas as universidades e houve um que me agradou muito, mais que os outros todos.. O da Fernando Pessoa. Não conhecia a universidade, fui lá na sexta feira, antes da segunda em que as aulas começaram. Ainda não tinha entrado e já estava apaixonada, aquilo não parecia uma universidade, aquilo parecia mais uma mansão cor de rosa. Entrei,  havia um logótipo com um mocho na porta, o símbolo da universidade! 
Mais tarde vesti o amarelo e o verde das camisolas de praxe e passaram a ser as minhas cores,  assim como o vermelho, a cor do meu curso que não podia ser melhor. 
Este ano acabou por se tornar numa das melhores coisas,  se não mesmo a melhor, que me aconteceu !
Tudo isto,  para dizer: Parabéns a todos os colocados de 2015/2015+1 ! E, principalmente, força para os que não entraram, para continuarem a batalhar e não desistirem agora! E caso o façam, questiono seriamente o quanto realmente queriam isto. 
Procurem soluções,  movam mundos e fundos. Não me venham com a coisa do dinheiro porque nesta fase eu também não tinha, a minha tia não nos falava, não tinha para onde me virar mesmo e continuei a procurar soluções, encontrei. Vocês também conseguem, é só remar. 

Eu preciso de partilhar as minhas emoções com alguém!


Digam-me que há alguém que viu esta Road to the VMA's do America Best Dance Crew. Porque eu fiquei tola no sofá da sala, eu sorri, eu quase chorei e preciso de partilhar isto com alguém!
Falem-me daquela actuação dos Kinjax apenas com beat box e dos Quest Crew terem regressado às origens e feito o T-Pain chorar no quarto episódio... Foi o melhor, desculpem lá. Eles estiveram nos dois últimos duas semanas, e nas duas semanas levaram a fasquia lá para cima que o juri nem teve reacção. Cada vez os adoro mais.
Já para não falar de que o Kinjax tem membros dos meus arrasadores e eternos Jabbawakees. Fã 4ever aqui!

A Aria anda em baixo, anda muito em baixo. E anda a pensar fazer asneiras... estou preocupada com ela.

Duas novidades.


1- Já estou farta de estar no Algarve. 
2- Criei twitter. O meu nome é @nea7luas 

Anda comigo ver os...


... azeitonas! Pois é. Sábado à noite fui dia de Azeitonas na Fatacil. Tenho imensas fotos e vídeos, mas como o meu telemóvel foi para arranjar e estou na antigo não há cá fotos e insta para ninguém. Não se preocupem que depois faço um throwback por lá. 
Adoro esta banda, a energia deles é qualquer coisa de espectacular e puxam pelo público que é uma coisa louca! Já os tinha visto há uns anos em Coruche, adorei e este ano voltei a adorar. Voltava a vê-los vezes e vezes sem conta.
Descobri que a Ashley está por cá também e já dissemos que se eu for para a Rocha ou ela para o Vau, temos de nos avisar mutuamente. Estou cá até segunda. Por mim voltava já para a minha terrinha, estou a perder ensaios e outras coisas, andava muito mais ocupada por lá do que aqui. É que sabem, eu enjoo à praia... E desde ontem que está um calor insuportável por cá. A praia está cheínha e dizem que eu estou preta. 
E vocês como andam?

Mas não é


O meu avô é daquelas pessoas que tinha tudo para ser um homem culto e cheio de experiências de vida, pois combateu na guerra em Angola. Podia perfeitamente ser o tipo de senhor de idade que sabe do que fala e o faz muito bem.
  Mas não é.

Vou tentar


A net tem de ser poupada ao máximo, portanto não poderei vir ao blog tanto quanto desejava estas férias. Mas vou tentar, está bem?

Quanto à minha mãe, ela está melhorzinha. Passou a noite e a manhã a vomitar por causa da medicação, vamos a ver se esta noite não será igual... 

Eu não disse....

... que Portimão me ia dar inspiração? Só na manhã de segunda escrevi e agendei 3 posts. Este é um deles! 


Trouxe um batom para cá que nunca pensei que fosse trazer. Castanho. Bem, na verdade são dois, o castanho e o vermelho. Confesso que adoro ver-me com o castanho. O vermelho?  Ainda não me atrevi a experimentar. 

Séries e tal...


Esta sére é só o maior vício para uma estudante de Criminologia como eu. Quando ela se põe a falar de leis eu penso se no código penal português é assim e se não é como será. Para não falar no facto de estar muito bem conseguida, pode parecer que "nos come o cérebro" mas no final fica tudo esclarecido e mais que esclarecido. Sigo desde o primeiro episódio e ando mais do que ansiosa para que saia o próximo. Quem mais?

*spoiler*: Aquela cena do papel de parede? Eu reparei!

Estava a correr tudo tão bem...


A minha mãe foi para o hospital.
Fomos para a praia de manhã. Estavamos na água, aquilo te muitas pedras que aleijam nos pés e a menina não conseguia caminhar, então a minha mãe pegou nela para sair... Saímos e depois de pousar  a menina, ela começou  a queixar-se das costas, que lhe doía muito e que não conseguia respirar. Para chegar perto do post do enfermeiro foi preciso fazer cadeirinha porque ela dizia que lhe doía a caminhar. O enfermeiro disse que deve ter sido algo muscular, género de uma distanção ou assim e que seria melhor chamar uma ambulância para ela ser vista por um médico.
Foi para lá, o meu pai foi com ela, já entrou para dentro, mas o meu pai não sabe quanto tempo vai demorar.
Só espero que não seja nada de mais.

Do dia de ontem


Cheguei ao Algarve, sim. Mas o que realmente fez o meu dia foi a chamada das minhas gémeas,  directamente do concerto do Piçarra. Já sabia que elas iam gravar para eu depois ouvir, mas nunca pensei que me fossem ligar.  Bem,  ligaram só ouço "Oh Nea, ouve " e assim fiz, ouvi a "Verdadeiro" e fiquei toda contente no meio das ruas de Portimão , a cantar com elas e com ele. Quando eu já estava descansadinha em casa, recebo outra chamada, não estava a perceber, desta vez elas não disseram nada, só ouvi "se eu pudesse voltar a vê-la, nem que fosse só por um segundo..." e aquele piano.... "Volta....", arrepiei-me toda. Na parte mais forte comecei a chorar. No fim ele calou-se e toda a gente cantou "Mas tu não voltas, partis-te para outro mundo, deixaste-me aqui bem no fundo. Só peço por mais um segundo, volta só por um segundo."  e desligaram. Só recebi uma mensagem "para esta não há palavras..."
São as melhores. 

Já vos disse que sou maluca hoje?


Pois, hoje é o meu primeiro dia de férias com a família e vou falar-vos das aulas. Sim, não estou a gozar!
Estes dias a minha mãe estava a falar com a nossa vizinha da frente, para quem não sabe, vivemos num apartamento. Pronto, e a meio da conversa sobre eu estar de férias ela diz:
"A minha filha é assim, ando sempre a dizer-lhe para ela ir sair e combinar mais coisas com as amigas, que ela estando de férias fica impossível. Ficando sem nada para fazer ninguém a atura, ela devora livros porque não tem nada que estudar durante o tempo de férias. Eu sei que ela sente a falta do ritmo das aulas, do chegar a casa e sentar-se no sofá cansada mas satisfeita. Se não mantém esse ritmo com muitas atividades, ou algo do género nas férias, é morrer. A sério, não conheço ninguém a que se aplique tão bem o «Parar é morrer» como ela!"

É verdade, não é assim só na universidade, sempre fui assim. Como já disse muitas vez, eu preciso de ter algo que fazer, que me ocupe tempo e quem sabe que me ponha "a correr". Eu gosto do corrupio, do apontar os resumos da matéria, de sublinhar os powerpoints. Sim, eu gosto de estudar e quando chegas à universidade e estás numa área que gostas, que te chama à atenção, ainda mais gosto se ganha em estudar, é o que eu acho. E estou ansiosa para chegar a este novo semestre e ver como serão as cadeiras porque pelo programa, promete.

*agendado ontem*

Pois é...


Troquei o "servir" nas tasquinhas da terrinha ontem à noite, com o grupo de catequese, por a dormida em casa da Carol com a Cath, sem pensar duas vezes. Assim como o mesmo serviço de hoje, para ficar em casa a fazer o resto das malas. E não me arrependi. 
Talvez vá jantar lá logo à noite, fazer uma visita às gémeas e à Maggie.
As coisas andam a deixar-me um bocado chateada, não são os "colegas" de grupo... As minhas gémeas, o Toby (que estava de férias e também não apareceu lá, nem vai aparecer nos próximos dois dias), não! São mesmo as representantes. Talvez um dia vos fale sobre isto. Mas digamos que o nome do grupo é Pastoral Juvenil como em tantos outros lados, mas os representantes não são os jovens em si como em tantos outros lados. E se num dia dizem "Tem de começar a ter iniciativa, a serem vocês a avançar com as coisas.", no outro já nos estão a criticar as ideias e a dar umas que parecem saídas no século passado. Ipra.

Das coisas que me sabem bem


Andar a fazer as malas porque domingo é "Olá Algarve"! Mais concretamente, Portimão. A minha tia vai levar um router de net da vodafone, portanto não irá existir o problema de inexistência de net. Portimão é um dos meus sítios preferidos em todo o Portugal e o tal no Algarve, espero então que me dê a inspiração necessária para posts.
Há cerca de um mês comecei a fazer o desafio "100 Happy Days", influenciada pela nossa querida Andreia! Por isso, contem que um dos posts dos próximos dias será a listagem desses happy times aqui no blog.
Para o Algarve levo um caderninho super fofo, com uma capa mesmo à turista com imagens de monumentos e uma máquina fotográfica e pretendo escrever nele todos os dias, como que um diário onde escrevo o que fiz naquele dia para que no fim destas férias eu tenha um sítio onde guardei todas as memórias.
Não criei grandes expectativas, especialmente depois do ano passado, as coisas não correram completamente bem, houve uns problemas pelo meio... Uns quantos. O meu avó vai, tenho a certeza que a minha prima vai ter atitudes que me vão pôr capaz de rebentar e que a minha tia se vai sair com coisas que ninguém quer ouvir. Mas pronto, vou tentar aproveitar ao máximo, manter a calma e não ser demasiado sensível a certas coisas.
Hoje vou ver finalmente o Pitch Perfect 2 a casa da Carol com a Cath, andei a guardar-me este tempo todo sem saber quanto mais ia aguentar, mas finalmente hoje é o dia!
Arranco para costas algarvias no domingo de manhã, não sei se amanhã no meio de: acabar malas, preparar tudo, e assim terei tempo de passar por cá. Caso não tenha...
Escrevo-vos brevemente, directamente de Portimão*

Digam-me lá...


... já que eu ando sem inspiração. E era capaz de aproveitar umas ideias... Que gostavam de ver "falado" aqui no blog?