People Change!


No início, esta coisa de conduzir era a modos que "complicada" para mim. Não gostava nada, ia para as aulas de condução de arrasto, sem apetite nenhum. Mais para o fim das aulas eu fui ganhando gosto, sabia-me bem conduzir. Um pouco antes de ir a exame de condução a minha tia e o meu avô deram-me um carro, era um smart, uma marca que a minha mãe e a minha tia adoram, mas eu nem tanto... Mas ei! Era um carro, e eu fiquei eufórica, com o tempo, mais uma vez, fui aprendendo a gostar do carro. Adorava ir sozinha para as reuniões e os ensaios ao sábado no meu smart, porque conduzir tornou-se das melhores sensações de sempre, é indescritível. Há uns meses atrás a minha tia começou a ver os fiat 500 e a dizer "És tu que dizes que gostas muito deste carro não és? Um dia destes ainda te dou um, novinho que assim não te dá problemas!", isto porque o smart era usado e deu-me muitos problemas, mas muitos mesmo... Ele era o tejadilho que não abria, ele era a luz amarela que acendia, ele era o deixar de acelerar... Enfim! Há nem um mês fomos à matrizauto ver os preços e eu vi um Fiat 500 Couper preto, com o tejadilho vermelho e disse à minha mãe "Mãe! Foi este que vimos na net! Não é lindo?", vou dizer-vos algo... A minha mão adora vermelho e preto, a nossa casa é toda à base destas cores, escusado será dizer que adorou o carro, mas não tanto quanto eu! A minha tia viu o preço e começou a fazer perguntas sobre créditos e afins ao rapaz, passado pouco tempo chega o patrão dele "Só para avisar que só há 2 carros desta edição cabrio, preto e vermelho. E um acabou de ser fechado negócio." ou seja, só tinha um e eu estava a ficar muitoo triste. A minha tia disse "Não temos aqui os documentos e eu tenho que falar com a seguradora, amanhã vimos cá e vamos rezar que o carro cá continue!". E assim, foi, no dia seguinte lá fomos, tive de esperar uma semana para o puder trazer embora porque como era mesmo novo tinha de esperar pela matrícula. Já o tenho nas minhas mãos há umas três semanas -não sou nada boa de datas- e o início foi complicado digamos... É a gasolina então ele ia abaixo imensas vezes, principalmente em subidas obviamente, e confesso que ganhei medo. Mas a semana passada decidi vencer esse medo e fui à depilação sozinha nele, sem mãe, sem nada, a verdade é que entendi perfeitamente as manhas do carro e tenho um maior "controlo", agora não quero outra. Todos os dias pergunto à minha mãe se ela tem de ir a algum lado e se precisa de boleia! Cada vez adoro mais conduzir, é uma bela maneira de aliviar o stress e mesmo não o tendo, de me fazer sentir bem.

Fiquem felizes por e com migo!!


Finalmente acabou a minha primeira ronda de frequências, não correram mal, penso eu! Agora tenho uns bons dias de "descanso" até às próximas e vou aproveitar para tentar responder aos vossos comentários, passar pelos vossos cantinhos e ver se vos mantenho mais actualizados! 
Mas por hoje, vou é actualizar as minhas séries e a leitura!

Andava tudo revoltado.


Hoje era daqueles dias que mais valia ter ficado na cama.
De manhã, se não ligava ao meu avô ele não me levava até ao autocarro porque a minha tia não lhe falou disso como me tinha dito que ia falar. É que normalmente é ela ou o meu avô que me levam à paragem para eu não deixar lá o meu carro porque aquela rua é um bocado perigosa. Pronto, então o meu avô por acaso estava no café e veio buscar-me num instante e eu ainda consegui apanhar o autocarro. Mas.... Foi esta correria toda para chegar à uni e a prof dar a aula para estudarmos para a frequência que íamos ter. Depois, a tal da frequência, bem, metade da turma fez numa hora e a outra metade noutra, o prof fez versões diferentes e viemos a perceber que a nossa versão era mais difícil do que a dos outros, já para não falar que aquele homem dá matéria e faz perguntas no teste que não interessam minimamente e, segundo a prof que nos dá processo penal que foi quem introduziu esta cadeira no curso, o programa da disciplina é completamente diferente daquele que ele nos dá. Olhem, é uma valente porcaria, resumidamente. Hoje já devia começar o meu estudo para o próximo teste, mas simplesmente não dá!

Ainda sobre Paris e os seus atentados...


 - Ai, pessoas inocentes morreram em Paris, vamos ser solidários!
Oh, e as vítimas do Líbano e outros sítios do mundo, que aumentam todos os dias e não só nos que têm passado?
Eu também fiquei sensibilizada, mas há sempre mais, e como sempre pessoas que acabam por ser mais importantes que outras.
 Depois, nem vou falar da França atacar a síria e depois nas notícias dizerem "Estado Islâmico" para parecer mais bonito, se há coisa que tenho aprendido no meu curso é que a comunicação social deturpa, deturpa muito! Este assunto dá-me a volta ao estômago, avancemos...
Felizmente, temos os Anonymous! Que vão "lutar" sem violência, sem matar os inocentes de todo o mundo que podem estar em risco, sem atirar bombas! E coitados daqueles que os subestimarem. Gente, o mundo evoluiu, informática faz e é muito.
E sim, eu posso dizer-vos o que eles podem fazer, não é tão pouco quanto isso.

Lição da história: Leiam mais tweets do que cabeçalhos e rodapés de jornais, não se podem queixar de preguiça, a quantidade de texto é menor ou maior dependendo do quanto quiserem "mergulhar", mas só no twitter, porque de resto acaba por ir dar sempre ao mesmo....

Eu sou uma triste...

Did You Knew?!

Primeiramente porque não venho cá há dias.
Segundamente porque o último post que vos deixo é super deprimente!

Antes de mais nada: A frequência que tive na segunda correu estranhamente bem, talvez porque antes desta tive um furo de 3h e aproveitei para ir com a Japa e a Loira ao shopping, almoçar ao Mc'Donalds! Tiramos imensas fotos e só ouvia "Oh Nea, não sei porque não gostas de fotos!!"
Já a de quarta, foi teste de uma cadeira de Direito, então tínhamos de aplicar os artigos dos códigos a certas situações e isso tudo, basicamente: era muita coisa para 1h30, muita pressão! Mas não correu mal de todo.

Hoje, estou descansada, porque fui inteligente e quando foi altura de escolher entre duas opções de disciplina eu escolhi a que parecia ser pior mas que se mostrou bem melhor. Então, quem tem a outra disciplina está a stressar por esta hora, a entrar em colapso porque é complicado e eu só tenho de estudar para um teste. Bem, esse teste é de uma cadeira em que o prof não é português e não sabe dar aulas, ninguém percebe nada das aulas dele, mas eu até estou a entender os PowerPoints (não sei como) portanto não deve ser mal de todo. Mas deixem-me estar calada que nunca se sabe!

E quanto aos atentados... Começo por dizer que não é só Paris que está a sofrer com tudo isto, sou das primeiras a citar o Libano e afins em todo o lado. Agora, tenho lido também em todo o lado e mais algum "bocas" sobre Deus e as religiões, não preciso de me explicar, quem tem facebook de certeza que já leu posts e comentários sobre isto de diversos modos e feitios. Mas se há coisa que eu não suporto são falsos moralistas e pessoas super "cultas" mas depois abrem a boca e não dizem coisa com coisa, as respostas são tudo menos fundamentas e com cesso. Continuando.... O meu pensamento é sempre o mesmo: Terrorismo não é religião! E não me venham com merdas (desculpem a linguagem).

Agora, sobre o post passado:

Doeu e não foi pouco...


Sabem aquela altura em que se diz "Se me tivesses dado uma chapada teria doído menos?", há cerca de uma semana atrás passei por uma situação destas...
No sábado passado, Halloween, fomos a uma espécie de "casa assombrada" um grupo de animação encarnou umas personagens e nós fomos ver, aquilo não foi nada de mais e não assustava quase nada. Mas o foco não é este... Quando acabou aquilo nós começamos a caminhar para o parque onde estava o carro da Sophie e da Phoebe, oh! Quem foi? Fui eu, a Sophie e a Phoebe então, o Toby, o Clau um amigo do Toby (que anda na minha universidade mas que eu nunca vi lá ahah), o Timothy que anda no grupo de catequese agora connosco, a Lily (amiga deles que eu não conhecia) e a Alexandria, prima da Sophie e da Phoebe e namorada do Timothy. 
Continuando...Estavamos a vir embora quando paramos numa daquelas "estações" para tirar fotos, e num momento em que a Lily e a Alexandria continuam a tirar fotos o Toby pega num braço da Sophie e vira-a, começa a falar para ela em segredo mesmo como quem não quer que os outros percebam, ali, ao meu lado. Segredos em reunião é falta de educação certo? Pelo menos foi isso que me ensinaram! Estavam eles a falar, estava o Clau a falar para a Phoebe, a Alexandria e a Lily a tirar fotos, o Timothy a falar com uns rapazes que lá passaram entretanto e eu ali, a olhar para o céu feita parva.
Nunca me tinha sentido tão outsider na minha vida como naquele momento, foi o cúmulo e magoaram-me...


Não me digam para falar com eles sobre isto, pelo amor de deus !