Fátima


Domingo, dia 19, fui a Fátima com a minha família. Seria algo normal, como em todos os outros anos, se eu não tivesse ido trajada. Fiquei tão feliz, foi o concretizar de um objetivo que representa mais uma etapa.
Falar das energias daquele sítio é impossível através de palavras. Atravessam todo o nosso ser, dá-se conta e ao mesmo tempo nem sequer temos noção.
Peço-vos, agora, que leiam o resto do post...
Sim, sou religiosa, muito, sou católica, super praticante.
E quero que leiam todos os meus posts e que me digam se a ideia, que eu sei que muitos tem de nós católicos, se aplica a mim. Eu sei pensar por mim, não me limito a pensar apenas segundo a bíblia e coisas que pessoas me dizem que Ele disse, pois se há coisa que Ele disse foi "Inquietai-vos", inquietar não é seguir o rebanho monte acima e monte abaixo. Acredito que há algo que nos está reservado mas também sei que temos que ser nós a lutar por isso, sentado no sofá não conseguiremos nada.
Ainda mais, eu garanto-vos que sou a primeira a reprovar as "beatas" que vão à missa e batem no peito mas chegam cá fora e põem-se a falar da vida dos outros; garanto-vos que quase adormeço numa missa em que o padre é demasiado chato e/ou é uma tuna que está a cantar. Mas também vos garanto que quando ouço um ateu falar sobre as suas opiniões não lhe vou atirar logo pedras, gosto de argumentar, assim como gosto de ouvir outros fazê-lo, se se justificar bem eu vou procurar entender a pessoa, mas sempre, sempre, respeitando o seu ponto de vista. Pena que não seja assim com toda a gente, e contra as pessoas da minha religião falo, porque eu sei bem o que há dentro destas quatro paredes.
Gosto deste nosso novo papa, do novo ponto de vista que ele trouxe à nossa igreja, só que continua a haver gente demasiado antiquada que nem assim deixa de ter certas formas de pensar, mas isto até gente ateia se aplica, não digam que não.

7 comentários:

  1. Identifiquei-me bastante com esta publicação!

    ResponderEliminar
  2. Fazes-me lembrar uma amiga minha no que toca à religião. Eu considero-me ateia agnóstica (acho que é assim que se chama)

    R: Foi um bocado awkward para mim, o que era expectável

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro este novo papa, acho que a igreja ja precisa de se atualizar com ele :P
    Quanto a isto acho que tínhamos uma conversa bem longa. Não tenho intenção de batizar o meu pequeno e quando digo isto todos me dizem que sou horrível e que desprezo a religião. O meu ver é diferente: acho que é uma coisa demasiado importante para ser eu a decidir por ele :/ assim, quando ele decidir qual quer "seguir" serei a primeira a apoiar ^^ (sou batizada e tudo o que o pacote engloba, atenção :P)

    ResponderEliminar
  4. Claro, e é mesmo assim que deve ser, não há ninguém que esteja completamente certo! eu falei porque o exemplo que tenho é da minha madrasta que não faz nada pela própria cabeça... se calhar nunca tive um exemplo de alguém como tu, que mesmo sendo praticamente, pensa como tu! e eu ideia que não podemos generalizar porque nem todos os católicos pensam da mesma maneira!
    E mesmo não sendo católica, adoro o papa! Acho-o uma pessoa fantástica e fez-me acreditar um pouco novamente, tipo ter esperança na igreja católica

    ResponderEliminar
  5. Eu sou ateia , e respeito perfeitamente qualquer religião , porque me dou com pessoas que como tu são católicas , outras budistas e outras islamitas.
    Tentaram educar-me de maneira a acreditar em deus , e eu nunca acreditei , porque sempre questionei , e quando questionava a resposta era " Porque sim " , porque sim não é resposta e quando finalmente tive idade de decidir , decidi que não iria ser batizada , depois de muita pesquisa e de ter lido a bíblia , não acreditei numa única palavra , não chamou por mim , não me transmitiu qualquer tipo de esperança em relação a nada.
    E tens razão , ele disse "Inquietai-vos".

    ResponderEliminar
  6. Adorava ter ido trajada, no meu tempo, a Fátima! Também gosto do novo papa e do que ele defende!

    ResponderEliminar
  7. r: Obrigada :)

    Nem sei como é que vim embora sem comprar nada, aquela loja é uma perigo com cadernos (e não só) assim ahahah

    Nunca escrevi sobre o quê?

    Aquilo que eu ouvi é que o Casillas ia ser o 12, mas não tenho a certeza.
    Não é mesmo, ainda para mais depois de tudo aquilo que fez pelo clube. Ia custar sempre, mas vê-lo ir embora assim ainda é pior.
    Sei, sim <3

    ResponderEliminar

Não me diga que o céu é o limite, quando há pegadas na Lua.

Devaneia para a frente*
Os comentários serão respondidos no teu blog, se demorar muito... a culpa é da falta de tempo e/ou da preguiça!