08 setembro 2014

Juro que daqui a uns tempos não é nada!


Ir ou não ir? Eis a questão. 
Eu, num dia digo que vou 987890 vezes e digo que não quero ir outras 987890 vezes! Porquê? Porque penso nos prós, em como será e em ter a oportunidade de ter alcançado o que tanto esperava à imenso tempo. E também penso nos contras, porque isto que eu tanto esperava incluía mais o porto do que outra coisa.
Eu vou explicar-vos o porquê deste último ponto me estar a afectar tanto: Eu sou uma rapariga extremamente caseira, eu sou uma rapariga extremamente pegada aos meus pais, eu sou uma rapariga extremamente (como todos sabem) apegada ao meu coro e às minhas companheiras de devaneios de lá, eu sou uma rapariga que está na última fase do processo carta de condução, eu sou uma rapariga que tem a pastoral, eu sou uma rapariga que dá catequese.
Agora, o coro, se eu vier aos fins-de-semana (sim eu vou ter que lá ficar durante a semana obviamente) vai continuar tudo na mesma porque os ensaios são ao sábado e a eucarístia em que nós cantamos também é ao sábado. A carta, eles dão aulas ao sábado de manhã e de tarde, obvio que eu só ia de manhã. A pastoral, as reuniões são à sexta à noite, tudo iria depender do meu horário. A catequese, se for ao sábado como tem sido até aqui também posso. O problema é que se eu for a isto tudo eu só vou ter o domingo para os meus pais. Vou ter de ver qual será o horário da catequese que tenho de dar e dependendo disso, continuo a dar ou não.
Claro que também há os seus prós, eu vou para lá com uma amiga que conheço há 4 anos com a qual sempre convivi (embora ela seja um pouquinho chata e tenha os seus inconvenientes mas pronto), as condições da escola (sim é escola não faculdade) são muito boas pelo que ouço e vejo no site, a minha prima estuda a poucos kilometros de mim, em Bragança, sempre que eu precisar ela pode perfeitamente ir ao pé de mim e vai connosco no autocarro até lá porque ela sempre parou lá. Como já disseram: irei conhecer novas pessoas, novos ambientes, novos costumes; irei crescer muito com isto tudo.
Outra coisa, eu quase certamente que terei direito à bolsa e a Carol não terá certamente também, então, eu vou ter de fazer um choradinho quando estiver a tratar de tudo para ela ficar comigo numa residência uma vez que estas são prioritárias a bolseiros, eu não vou conseguir ficar sozinha num quarto, a sério ia ser choro a noite toda se não tiver ninguém, então é que dou em doida.
Isto já vai extenso, portanto, o quê que eu faço da minha vida?

33 comentários:

  1. Acho que vais conseguir ter tempo para tudo - excepto a catequete talvez - de qualquer forma tens sempre a 2ª e 3ª fases para te candidatares para o porto ;)

    ResponderEliminar
  2. Parece-me que deves aceitar, acho que deves por o teu futuro a frente de tudo, agora até pode-te surgir duvidas mas se não fores estudar e se tiveste essa oportunidade um dia mais tarde quando olhares para trás o que pensaras?

    ResponderEliminar
  3. Ires sair de casa dos pais pode custar ao inicio mas será uma experiência que não irás esquecer.. Tu não irás ficar em casa deles para sempre.. Vais ter de aprender a estar longe deles, a tornar-te independente.

    ResponderEliminar
  4. O conselho que eu te posso dar é: faz aquilo que gostes e o melhor para o teu futuro! :) Espero que consigas tomar uma decisão e que consigas ultrapassar todos os obstáculos!

    ResponderEliminar
  5. Eu percebo-te... acho que se me visse obrigada a ir para longe, também me punha a ver estas coisas todas, porque sou muito ligada à família. Felizmente, apesar de a minha universidade não ser na minha cidade, é na cidade ao lado, o que me permite ir e vir todos os dias. Mas acho que se tivesse o "azar" de me acontecer o que te está a acontecer a ti, arriscava. Claro que é uma mudança muito repentina, seria melhor se pudesses ir aos pouquinhos e não de uma só vez, mas é algo que faz parte da vida, e há imensas pessoas na mesma situação que tu! Vais ver que em pouco tempo acabas por fazer a tua "família" lá e te adaptas :) Ah, e adorei o teu parenteses "é escola não faculdade"... eu também estou na universidade, que está dividida em várias escolas... não há cá faculdades para ninguém xb

    ResponderEliminar
  6. R: Não me recordo de ter no design.. Não vem nenhum nome à cabeça?

    ResponderEliminar
  7. Eu acho que deves seguir, compreendo-te perfeitamente eu não me candidatei fora da minha cidade pelos teus motivos, catequese, grupo de jovens, carta de condução, os meus pais (especialmente o meu irmão) os meus amigos... Eu sempre quis sair daqui para estudar para viver "sozinha" gostava se saber mesmo o que é independência, tratar da "minha" própria casa e melhor ainda se fosse com amigas, percebes o que quero dizer... Só que tudo se complicou quando me apercebi de que não queria seguir nada que tivesse a ver com construção civil (o que estudei nestes 3 anos), e o que eu queria realmente era teatro, mas os meus pais não aprovaram, então como não queria parar de estudar porque um dia mais tarde podia-me arrepender, escolhi ficar em Viana, porque não era justo para os meus pais nos tempos em que estamos hoje, andarem a gastar dinheiro comigo noutra cidade a estudar sem saber se é aquilo que quero, não é justo para eles e também porque na realidade não quis deixar todas aquelas coisas para trás... Mas isto tudo para dizer que eu não segui para outra cidade outros curso que me pareciam mais interessantes, também pelos mesmos motivos que tu mas essencialmente por não saber o que queria, mas se tu queres isso e podes fazê-lo, FAZ, á escolhas na vida que temos de fazer, um dia podes te arrepender de não as ter feito.
    Bjs.:)

    ResponderEliminar
  8. Acho que tens de enfrentar os teus medos e definir prioridades. Faças o que fizeres vais ter sempre um período de adaptação. Não de apegues nem dependas demasiado das pessoas. Acredita, nem sempre corre bem! Segue o teu sonho, o resto vem por acréscimo!

    ResponderEliminar
  9. Pois eu compreendo :) na minha opinião devias seguir em frente, mas só tu é que podes escolher, faz o que o coração te diz, e se por acaso escolheres ir pensa que não deixarás de ver essas pessoas por muito tempo, assim quando chegares de fim de semana até aproveitas mais com as saudades que tinhas ;), vai custar sim, mas tenta ver sempre pelo lado positivo, pensa nas coisas boas disso ;) Só tu é que sabes, a decisão final é tua linda por isso boa sorte :D

    ResponderEliminar
  10. É uma escola, não faculdade?
    Tem calma e vê que vais ver que ainda consegues ficar com a tua amiga :) Irás deixar várias coisas para trás, porém, irás crescer com a experiência, certamente.
    Força!

    ResponderEliminar
  11. É uma decisão extremamente complicada de tomar, até porque nos perguntamos sempre se os prós compensam os contras. Gostava mesmo de te dar uma resposta em concreto, mas só tu saberás o que é melhor.
    Não tenhas medo de arriscar!

    ResponderEliminar
  12. Eu sou como tu e penso imenso nos prós e contras, e às vezes continuo indecisa, mas olha faz o melhor para a tua vida! :)
    Não é por ter sido eu a fazer, mas o fundo ficou mesmo bem no blog *-*

    R: Tens toda a razão também, sem o tal botão crescemos, ou ficaríamos sempre presos a carregar no botão. Pois é, mais um mesinho, passa tão depressa!

    ResponderEliminar
  13. r: aw, muito obrigada querida! :3
    arrisca, não tennhas medo, vai correr tudo bem!
    ps: adoro adoro adoro o teu design :)

    ResponderEliminar
  14. r: pois eu sei, é engraçado que quando ainda tinha vontade de ir para arquitectura, Vila Real era uma das minhas hipóteses por causa da media baixa (caso os exames corressem mal) ainda nos encontraríamos por lá ;) Pois os meus pais também não concordaram com o teatro por ser uma coisa mais para os tempos livre e eles têm toda a razão, só que era a única coisa que me dava mesmo gosto de fazer e estudar, mas pode ser que um dia encontro o meu dom :) E contigo também vai correr tudo bem independentemente da escolha que fizeres o que interessa é que sejas feliz :)

    ResponderEliminar
  15. r: ciências do mar foram a minha quarta e quinta opção. mas foi para Aveiro e para o Algarve. as três primeiras continuam a ser biologia marinha, haha.
    hahahahaha, mesmo x) e eu ainda fico frustrada quando vejo o videoclip e aquilo acaba no momento errado !! a austrália produz as melhores coisas do mundo, tenho dito. yap, o Luke ainda é mais novo que eu x'Deu também sempre quis ir .. hahah eu tenho um soft spot para o Luke mas sim, podes ficar com ele. eu fico com o Ash :b

    ResponderEliminar
  16. Faz o que achares que é melhor para ti! Pensa bem no que queres e fala com os teus pais. Depois, toma a tua decisão. Mas tem calma :)

    ResponderEliminar
  17. Por muito que te gostasse de ajudar não posso. Eu também tive a aportunidade de ir estudar para longe, e entre prós e crontras fiz contas e acabei por ficar numa privada de forma a conseguir ficar em casa, claro que trabalha e estudava o que me ajudava não só nas contas, mas também na maneira como mantinha a cabeça ocupda.
    Quanto aos choradinhos, essas coisas coisas não tem o habito de "colar" muito nas faculdades...
    Mas informa-te e vê se tens mais algumas alternativas...

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  18. Eu não sei se eles abrem exceções a não bolseiros, acho dificil, são regras...Era bom que abrissem exceções, as residência são bem mais baratas que o resto, quem me dera. E em que curso ficaste? :)

    ResponderEliminar
  19. É normal ter-se medo de tomar uma decisão tão importante, mas se é algo que queres seguir no futuro a única coisa que podes fazer é avançar. Força nisso e boa sorte :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  20. Pequena Bu'! Não tens de te preocupar comigo, a serio :)
    Neste momento tens mais é que te focar em ti.
    Assim como tu a minha cabeça está numa grande confusão, embora por motivos diferentes.
    Quanto a isto dos cursos..Eu começo mesmo a panicar, como tu dizes. Primeiro porque as médias este ano subiram drasticamente, e se for assim quando for a minha vez, bem posso dizer bye bye ao que quero mais do que nunca. Embora eu não sei apegada a todas essas coisas que tu disseste, também teho medo de ter de ir para outro lugar estudar. Sebem que esse não será um problema propriamente meu porque sou do Grande Porto e o que não faltam são universidades. Mas é essa a questão, as médias aqui também são qualquer coisa de outro mundo e, pela experiencia que vou tendo de amigos e familiares, sei que iria dar-me melhor numa pequena cidade do que numa grande. Por vários fatores..É complicado!

    ResponderEliminar
  21. Sinceramente? Vai, arrisca. Eu na altura não arrisquei e agora não há maior arrependimento que esse. Seja como for se tiveres de deixar de dar catequese será apenas enquanto estiveres fora da tua zona de residência, ou seja, quando regressares a casa podes sempre voltar a dar, ou não? E porque não tentar dar catequese ao pé da tua nova escola? Não podes fazer isso? (desculpa a minha ignorância quanto ao assunto). De qualquer das maneiras acho que deves mesmo arriscar, experimentar coisas novas, vai fazer-te bem, abrir novos horizontes... Esta é a minha opinião, mas no fundo tens é de ouvir o teu coração e ver até onde é que ele te leva :) força!

    r: eu recomendo o livro ;)

    ResponderEliminar
  22. Tu és como eu, sou mesmo uma menina dos papas mas tirando isso também gostava de ir para outra cidade, viver 'sozinha' e também não sei o que fazer da minha vida :$

    ResponderEliminar
  23. Por vezes, quanto mais pensamos, pior.

    ResponderEliminar
  24. bu', faz o que achas que é melhor! se ela disser que não pode ir para a residência mas tu tiveres mesmo de ir, vai! vai! vais conhecer pessoas novas, aprender a desenvencilhar-te sozinha, e, principalmente, vais ser mais forte do que já és! tudo acontece por uma razão, bu' :)

    ResponderEliminar
  25. tenho a certeza que vais escolher o melhor :)

    r: finalmente, mesmo :p

    ResponderEliminar
  26. Acredito que agora estejas bastante indecisa, mas não podes ter medo de fazer as coisas por não saberes como vão correr ou porque vais estar a deixar coisas para trás, a verdade é que vais tornar-te mais independente, vais crescer e isso vai ser bom. força*

    ResponderEliminar
  27. o que te posso dizer é que não tomes uma decisão precipitada e tens sempre a opçção de experimentar e ver como correm as coisas

    ResponderEliminar
  28. Olaa nomiei-te para o Very inspiring blogger award!
    Passa por lá http://daytoday19.blogspot.pt/ :D

    ResponderEliminar

Não me diga que o céu é o limite, quando há pegadas na Lua.

Devaneia para a frente*
Os comentários serão respondidos no teu blog, se demorar muito... a culpa é da falta de tempo e/ou da preguiça!