09 setembro 2014

Que se trate, que vá para o diabo que a carregue. Mas que nos deixe em paz!

Um dia eu irei dizer: Game over, I win!
Não sei se é por tudo o que está a acontecer já há algumas semanas que estou a transfomar a universidade num bicho de sete cabeças ou se é o acumular de tudo que transforma tudo num bicho de sete cabeças.
A minha tia está completamente tolinha, e está a arrastar toda a gente com ela. E está a virar toda a gente da família do lado da minha mãe contra a minha mãe, inventa coisas, chegou a dizer que a minha mãe mandou o meu avô segui-la até não sei onde porque tem ciúmes dela quando a minha mãe é a primeira a dizer para ela sair e desanuviar a cabeça porque precisa. Ontem disse que a minha mãe mandou o meu avô fechar-lhe a porta de casa para ela não entrar, quando o meu avô veio comer à barraquinha do meu coro e até deixou a porta aberta sujeito a ser assaltado para o caso da minha tia voltar, sim porque ela foi e deixou chaves, cartão da empresa e tudo lá. Ela não aceita que o pai da filha tenha uma nova namorada e quer vingar-se e desconta na menina, aquela criança vai ficar (se já não está) traumatizada.
A minha afilhada, a coisa fofa, ligou ontem à tarde a chorar para a minha mãe a perguntar onde ela estava e que a mãe tinha ralhado muito com ela, a minha mãe foi logo para o pé dela. E minha tia tinha deixado a filha sozinha no quarto, sem comando de tv, sem consola, sem nada, só deixou o telemóvel porque a menina disse que o telemóvel tinha sido dado pelo pai e ela atirou-lhe o telemóvel. Ela não lhe deu comer ao meio dia, quando ela ligou à minha mãe às quatro da tarde, estava sem comer!
A menina tem 7 anos! 7! Pelo amor de Deus! Ela está tolinha!
A minha mãe disse à minha tia que para ela, ela morreu, não quer saber mais dela. Perdoou primeira, segunda, terceira... Chega! Ela não merece! Que bata com a cabeça na parede, que procure ajuda, que se trate porque é mesmo o que ela precisa. E ligou para minha outra prima, que andou a dizer a uma rapariga que conhece a minha mãe, que a minha mãe é uma falsa, que não é o que aparenta, que fala mal das pessoas nas costas. A minha mãe? Ela pode ter muitos defeitos, mas ser falsa? Hipócrita? Ó menina... Se há coisa que a minha mãe sempre foi, foi frontal. Sempre disse o que tinha a dizer na cara, nunca disse por trás, e por isso é que as coisas estão como estão, porque as pessoas não gostam de ouvir as verdades sabem?
Eu sei perfeitamente que daquele lado, está tudo com a cabeça feita, menos o meu tio e o meu avó porque sabem a peça que têm, sempre conviveram com ela, como a minha mãe. Sei que daquele lado, está tudo do lado da coitadinha e que toda a gente se acredita no que ela diz, sei que para aquela lado a cabra (desculpem a linguagem) é a minha mãe, porque ela é que faz isto e aquilo, a maior parte mentira, mas enfim. Eu sei do que falo, porque eu acompanhei tudo, eu nunca vi só o lado da minha mãe, eu vi todos os lados. Eu vi o que se passava com a minha mãe, o que ela chorou pelas coisas que a minha tia fez, eu vi o lado da minha tia, o tempo que ela andou bem e como tudo mudou por orgulho ferido, eu vi o lado da minha afilhada, oh! Esse foi o que eu mais vi! A mãe metia-lhe o telemóvel no silêncio, escondia-o. Metia-se com ela na casa de banho e ponha-lhe minhocas na cabeça (não sei se conhecem a expressão, mas acho que dá para perceber). As vizinhas ouviam-na a gritar com a menina a chamá-la de p*** e de vaca e a dizer que a mandava para a cabra da namorada do pai, mas isso são coisas que se digam a uma menina de sete anos?! Ontem à noite disse-lhe que se ela fosse com o pai que se matava, tanto que a menina depois de toda a confusão acabou por ficar com ela. Ela proíbe a menina de ver a tia, a minha mãe, que ela tanto adora, que é o seu porto seguro e diz que chama a guarda se ela vier connosco. Quem chama a guarda sou eu se ela não se trata, sou eu que vou à segurança social fazer queixa e peço avaliação psicológica e tiro-lhe a menina, peço para a entregarem ao pai! Vou a tribunal testemunhar, contar tudo o que se tem passado, não contra ela, não a favor dele, pela menina.
Ela é a dona da empresa, ela é a patroa do meu pai, mas a empresa é secundária, ela trabalha para outras empresas, eu sei perfeitamente, ninguém me disse, que o meu pai pode perfeitamente criar um negócio dele e ganha os clientes todos, a minha tia vai com o diabo que a carregue sem nada! O problema é ele não ter fundos se não,ela via. O meu pai só está à espera de receber este mês, ela têm sempre até o dia oito para pagar, se demorar mais o meu pai pode fazer queixa, não faz por respeito sabem? A minha mãe já disse ao meu pai: "Olha o meu conselho, anda embora que ela vai levar aquela firma à ruína. Procura trabalho, porque senão..." O meu pai arranja bem trabalho, toda a gente o conhece, toda a gente sabe o homem trabalhador que ele é.
Não há dinheiro para comer cá em casa, não sei como vamos pagar os transportes para ir fazer a matrícula amanhã. Nem sei se vai haver para as propinas...
E vocês acham que com isto tudo, eu estou com cabeça para pensar em universidade e estou em condições de ir para lá, começar isto de novo?

20h44min: Vou parar um ano, está decidido.

27 comentários:

  1. Bem, que confusao, essa tua tia...

    ResponderEliminar
  2. Fogo, que situação tão má, e a tua prima coitadinha, acho que fazes muito bem se fores á segurança social a rapariga não merece isto :/
    Bjs. e muita força para o que vier :)

    ResponderEliminar
  3. [nomeei-te para um desafio no meu blog :)]

    ResponderEliminar
  4. Bu minha querida.. como te posso ajudar?
    Revolta me tanto situações como a tua..

    ResponderEliminar
  5. Estou chocada :|
    Nomeei-te para uma tag princesa *

    ResponderEliminar
  6. Está mesmo mau. E quem mais sofre é a pequenina! Infelizmente sei o que isso é :S
    Apesar de tudo não podes descurar do teu futuro por causa dos outros. O teu pai que não pense duas vezes em sair de lá, se tem emprego. Lembro-me da angustia que vivemos cá em casa, quando o meu pai passou 6 meses sem receber e só ao fim desse tempo é que decidiu sair da empresa dos tios. A sorte é que as pessoas o conheciam e era conhecido como o "bom trabalhador" e no primeiro dia que esteve em casa vieram busca-lo para ir trabalhar.

    ResponderEliminar
  7. Oh, princesa, a mulher não está mesmo bem. Sabes que podes falar comigo, sabes que podes! Estou aqui! <3
    Força, e dá muita força à menina.

    ResponderEliminar
  8. Estou chocada :o Essa mulher precisa de ajuda e urgentemente. Tenho pena da tua afilhada, espero que tudo se resolva e ela fique com alguém que a trate bem!

    ResponderEliminar
  9. Com tudo isso é normal que não tenhas cabeça para pensar noutras coisas. De facto, ela não anda mesmo bem, força minha querida!

    ResponderEliminar
  10. R: É bom a pequenina confiar assim na tua mãe. Ir para a faculdade é um dos teus sonhos?? Eu sei que não é uma decisão fácil, mas pensa, queres ter um futuro como os teus pais? É um sacrifício enorme que fazem todos durante três anos, mas no final compensa...

    ResponderEliminar
  11. r: obrigada bby :)
    eu já vou para o 2ano da univ, o meu namorado é que ainda vai para o primeiro.
    sim, eu sei que não preciso de um ginásio para fazer exercício, mas como já me tinha inscrito à uns meses, agora tenho que acabar de cumprir o contrato :|

    ResponderEliminar
  12. r: Claro que não é indiscrição nenhuma! Entrei na minha cidade, na Universidade de Évora, em Turismo. Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  13. Que situação complicada... Força!
    kiss na cheek

    ResponderEliminar
  14. Bem, estou em choque com esta situação que contaste... a mulher é maluca, só pode. E pobre da criança!
    Espero que tudo se resolva rapidamente!
    Muita força, linda**

    ResponderEliminar
  15. Fiquei parva com o que li!! Ela não pode mesmo estar bem para tratar a filha dessa maneira!! :/
    r: Opá, foram os que me lembrei xD

    ResponderEliminar
  16. se a tua tia realmente não trata em condições seguras fisica e psicologicamente, tu como prima e madrinha, deverias reportar essa situação

    ResponderEliminar
  17. r: Espero que não seja mesmo! :s
    Ela está possuída por um demónio.
    Tu consegues responder! :)

    ResponderEliminar
  18. Que filme! Mas correr tudo bem! Calma Bu!

    R: a minha vida é asaim, psicótica ahah

    ResponderEliminar
  19. Estás mesmo numa situação dificil... Precisas de falar? Força... não sei mesmo que mais dizer!

    ResponderEliminar
  20. Deve ter sido um verão dos diabos. Se achas que deves parar um ano até as coisas na tua família ficarem mais normalizadas e até teres dinheiro para pagar as propinas, fazes bem. Tens que descansar a cabecinha por uns tempos, porque estas situações dão nos cabo dos nervos.

    ResponderEliminar
  21. a mulher está mesmo parva, muita força :)
    r. ninguém mesmo :b

    ResponderEliminar
  22. Oh Bu, sei que é muito complicado nessa tua situação, mas tenta manter a calma e tenta que isso não te afete nesta tua etapa da tua vida. Sabes que podes contar comigo. Alguma coisa que queiras dizer ou desabafar, é só mandares email pessoal. Vais ver que tudo se vai resolver. Força amiga! :')

    ResponderEliminar
  23. Oh meu Deus...A tua tia não está bem psicologicamente e a maneira como está a tratar a filha vai originar graves repercussões a nivel psicológico da miuda...A tua cabeça está num 8, e o melhor que fizeste foi mesmo parar um ano, afinal, como é que ias aguentar este ano de universidade com um ambiente desses? :/

    ResponderEliminar
  24. Isto é imagem situação complicada...
    :-/
    Honestamente, deve-se sempre escolher o melhor para aqueles que amamos.
    Se a criança está melhor com o pai, então é com ele que deveria estar. Se isto continuar, só te digo para falares com o pai da tua prima e a tua mãe e tomarem a melhor decisão juntos.

    ResponderEliminar
  25. Que situação! Infelizmente, nestes casos quem mais sofrem são as crianças e sem culpa alguma.

    Espero que com o tempo isso se resolva da melhor maneira possível para todos.

    Quanto à universidade, tens de fazer o melhor para ti. É uma grande oportunidade mas tu é que tens de ver se é possível e vantajoso "agarra la" ou não.

    Boa sorte :)

    ResponderEliminar
  26. Que confusões! Força para ti e para a pequenita (:

    ResponderEliminar

Não me diga que o céu é o limite, quando há pegadas na Lua.

Devaneia para a frente*
Os comentários serão respondidos no teu blog, se demorar muito... a culpa é da falta de tempo e/ou da preguiça!