03 julho 2017

Compensou, compensou tanto ♡


De quinta para sexta, não dormi lá muito bem. Aproveitei a manhã e a tarde para adiantar o projeto.
Sexta à noite deitei-me à uma, porque andamos até essa hora a preparar tudo para o concerto do coro - acartar cadeiras e mesas, limpar e decorar todo o local onde faríamos a festa...
Dormi, mas estava sempre a acordar de longe a longe.
Sábado acordei às 9h para estar lá no local outra vez, a acabar os últimos pormenores, às 13h fizemos uma pausa para ir almoçar rapidamente, fui a casa tirar o fato de treino e vestir umas calças de ganga com a t-shirt do grupo. Depois fui comprar umas coisinhas que faltavam e voltei. 
O bar abria às duas, o meu horário era só das quatro até às seis, mas eu acabei por ficar lá toda a tarde. Se não o fazia a coitada da Dali ficaria sozinha a fazer o trabalho todo, quando não estávamos a fazer nada, estava alguém a perguntar-me a mim o que devia fazer, como fazê-lo e ajuda para tal.
Foi um dia mesmo muito stressante, fiz o melhor que pude sempre, mas não sei porquê sempre que o Luke falava para mim ou falava mal, ou era a pedir que fizesse algo. Presumo que fosse por causa do stress.
À noite, foi o último concerto com o Luke como maestro, pois ele não ficará mais à frente do grupo como elemento de direcção nem como maestro. Isto deixa-me tão mas tão triste, ninguém imagina... Pedem-me para eu continuar, até me pedem para ficar eu à frente disto daqui para a frente. Mas sozinha, eu não consigo... Terei de pensar, muito bem! Ver quem ficaria na direcção comigo...
No momento do concerto, esquecemos tudo isto, simplesmente vivemos o momento, curtimos a música! Fizemos o Luke ficar orgulhoso e todo feliz, demos-lhe uma lembrança muito querida!!

No domingo, foi o nosso passeio anual. A Rachel fazia parte do grupo de organização comigo, foi sempre uma grande ajuda, e no dia seria ela a ajudar-me e a tratar de muitas coisas. No entanto, durante a noite ela sentira-se mal, indisposta e fez febre, então ontem acabou por não puder ir connosco.
Fiquei nervosa quando de manhã li a mensagem dela, senti que não ia saber que fazer e as coisas iam correr mal. Mas ao longo do dia foi acontecendo o contrário.
Não foi um passeio como nos outros anos, porque no dia anterior com o concerto, o pessoal estava muito cansado, então fizemos actividades mais soft com muitas pausas pelo meio.
Correu tudo bem.
Cheguei ao fim deste fim-de-semana de coração cheio!

1 comentário:

  1. e que todos os fins-de-semana e dias de semana acabem assim <3

    ResponderEliminar

Não me diga que o céu é o limite, quando há pegadas na Lua.

Devaneia para a frente*
Os comentários serão respondidos no teu blog, se demorar muito... a culpa é da falta de tempo e/ou da preguiça!