29 outubro 2014

Especial Halloween! (Part 1)


Bloody Mary

É certo que todos nós já ouvi-mos falar da Bloody Mary, mas será que toda a gente sabe a sua verdadeira história?
Continua a ler para saber.
A história original dos Estados Unidos não tem nada a ver com aquela a que estamos habituados, na verdade tudo consistia num ritual que as mulheres realizavam para saber se casariam e com quem seria. Neste ritual elas tinham de subir um lanço de escadas de costas voltadas para o mesmo com um vela numa mão e um espelho na outra, à medida que elas olhavam para o espelho o rosto do seu futuro marido aparecia, caso apenas aparecesse uma caveira elas estavam destinadas a morrer antes de casar.

Hoje em dia existem muitas versões, mas todas vão dar ao mesmo: Uma rapariga num espelho.
Veremos algumas:
  • Há quem diga que há 100 anos atrás Mary era uma bruxa que praticava magia negra e por tal foi executada. Dizem que ela amaldiçoou todos aqueles que ousassem repetir o seu nome.
  • Outros dizem que a jovem teve os olhos arrancados pelo seu namorado ciumento, embora esta seja a menos falada.
  • A versão mais conhecida em todo o mundo é a do acidente de carro. Consta que Mary teve um acidente de carro que a deixou completamente desfigurada e fez com que ela fosse alvo de críticas e gozo. Por estas razões ela fez um pacto com o diabo para se vingar de todas as pessoas que ousassem chamar pelo seu nome.
Supernatural Bloody Mary

Nesta série, Mary era uma linda rapariga de 19 anos que ganhou vários concursos de beleza e sonhava ser atriz. Contudo, houve um dia em que alguém invadiu o seu apartamento e assassinou-a, arrancando os seus olhos com uma faca. Nos seus momentos finais ela tentou escrever o nome do seu assassino mas os esforços foram em vão. Depois da sua morte o espírito desta rapariga ficou preso ao espelho em frente ao qual ela foi assassinada. Apesar do espelho ter sido movido de sítio várias vezes, Mary continuava a assombrá-lo e a matar quem disse-se Bloody Mary três vezes em frente ao seu espelho, no entanto, nem sempre era a pessoa que a chamava que era morta mas sim alguma pessoa próximo dela que esconde-se um segredo sobre alguma morte não resolvida. As pessoas começavam então a sangrar dos olhos e momentos depois estes eram arrancados, mas isto só acontecia se a pessoa estivesse em frente ao espelho. No episódio a maldição foi quebrada quando o espelho original foi quebrado também.



Por hoje é isto, espero que tenham gostado.
Amanhã voltarei com o caso de um famoso assassino em série, com mais uma lenda ou com um tutorial de maquilhagem para usarem nesta altura. O que preferem?

10 comentários:

  1. Gostei sim :) havia algumas coisas que não sabia

    ResponderEliminar
  2. A versão que eu conheço, e já não me lembro bem, é que ela foi enterrada pelos pais. Pelo que sei, tinha um cordel atado ao pulso, cordel esse que estava atado também a um sino à beira da campa. Supostamente, se o sino tocasse ela estava viva. O que pelos vistos era verdade. quando os pais descobriram desenterram-na mas ela já estava morta, sem unhas ou quase sem (já não me lembro) e o caixão estava todo arranhado.
    Eu prefiro mais lendas, gosto destas coisas :))

    r: anda anda, ainda vou precisar que me segurem para não lhe dar na tromba, ahah

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia de todo esta história da Bloody Mary, mas adorei.
    Quanto ao próximo, tudo é interessante! Podes fazer tudo?

    r: Ai, adoro a sério. Adoro quando descobrimos mais uma coisa em comum entre nós. xD
    Opah, porque és. Sei lá, demonstras sê-lo, falas de coisas que muita gente nem tem conhecimento, escreves mesmo muito bem. És inteligente, miúda, acredita nisso.
    É mesmo. É super querida!
    Obrigada! ♥

    ResponderEliminar
  4. Por acaso gostei daquilo que escreves-te... mas não gosto nada do Halloween --'

    ResponderEliminar
  5. Ainda bem que li isto de luz ligada! ahaha

    ResponderEliminar
  6. Não conhecia a história original, confesso, mas das versões mais conhecidas só tinha conhecimento da primeira.
    Qualquer um das sugestões me parece fantástica :)

    ResponderEliminar
  7. ADOREI! *.* Prefiro que tragas mais uma lenda mas... e se fizeres as duas coisas? :b

    ResponderEliminar
  8. adorei! sempre tive muito medo "dela" não digo o nome. gostei de saber mais sobre o assunto.

    ResponderEliminar
  9. Adorei, eu não conhecia mesmo a história só sei que não se deve estar em frente a um espelho e chamar três vezes por ela mas mais nada xD

    ResponderEliminar
  10. eu sou daquele tempo em que diziam que se dissesse isso três vezes ao espelho à meia noite ela aparecia... lembro-me de quase tentar mas entretanto borrei-me toda xD

    ResponderEliminar

Não me diga que o céu é o limite, quando há pegadas na Lua.

Devaneia para a frente*
Os comentários serão respondidos no teu blog, se demorar muito... a culpa é da falta de tempo e/ou da preguiça!