15 maio 2017

Melhor semana!

Não há melhor imagem para este post, para esta semana

Tudo começou no domingo, em que cartolei, tinha lá a minha madrinha e a minha família, não dá para explicar a sensação de se ser cartolada. Acho que só me caiu a ficha de tudo, na terça, quando estava a caminho do cortejo, o cortejo que faria de bengala e cartola, como finalista. Tinha noção sim, da etapa que estava a acabar, do dia e da semana que era! Mas não chorei, acho que - tanto eu como a japa - estávamos tão focadas em aproveitar ao máximo que nem paramos para pensar mesmo e chorar.
Estava feliz nesse dia, estava mesmo, querem saber uma coisa que eu fiquei mesmo: "Há cenas do caraças!!"?
Vou contar, choveu durante o cortejo, choveu mesmo bem, mas houve uma parte mais concretamente às nove da noite mais ou menos em que começou a chover torrencialmente (tanto que o meu traje mais parecia todo ele feito de água e não de tecido ao fim de 1 minuto) e em que zona é que a minha uni estava? A chegar aos clérigos, imaginem como fiquei! Os doutores começaram a tratar de mandar os caloiros para cima do camião para ficarem abrigados. Enquanto isso, a maioria dos finalistas andava à chuva na mesma, a curtir.
Cheguei ao fim do dia/noite de coração cheio por tudo o que tínhamos feito e por termos dançado, literalmente na chuva! Posso dizer que eu, Nea, dancei na chuva no meu cortejo! Tão feliz!
A queima em si, foi boa sim, mas o mau tempo não dava para aproveitar tão bem como uma pessoa queria, então acabei por não ir tanto dias como planeava.
Sábado fiz o meu jantar de finalista com a família, tão bom! Saímos do restaurante a festejar e ainda a recuperar da emoção que foi ver o Salvador ganhar a Eurovisão, com o maior número de votos de sempre! Tão orgulhosa ♡
Deitei-me eram 3h e no domingo acordei as 8h porque tinha um pequeno passeio com o coro! E que passeio, fomos convidados para cantar num concerto pelo padre que é da nossa terrinha mas está lá como pároco, olhem... Foi tão lindo, numa das músicas pusemos esse nosso amigo padre a chorar, o maestro disse que se arrepiou todo e estava super orgulhoso, pois os raspanetes que nos tem dado, acabou por dar bom fruto! Não somos tantos com éramos noutros tempos, é certo, mas ontem senti que estávamos imensos, enchemos aquela igreja!
À vinda embora, era uma animação imensa no autocarro, cheguei a casa cansadíssima, mas de coração cheio!
Foi uma semana repleta de coisas boas, de emoções, de tantos sentimentos... Tão feliz!
Espero que vocês estejam bem ♡

3 comentários:

  1. Cartolar é mesmo um momento indescritível. No domingo, acho que nem me apercebi bem da dimensão que a imposição teve. Muito honestamente, a ficha só me caiu na terça, quando olhei para cima do camião e percebi que não iria lá. E aí, sim, comecei a chorar. Foi um aperto no peito, até porque no ano em que desço do camião para fazer o percurso a pé, de cartola e bengala, a minha afilhada sobe-o pela primeira vez como fitada. É uma mistura de sensações e sentimentos que nunca mais esquecerei.
    Só não fui à queima depois da serenata, de resto fui os dias todos, mas a chuva não ajudou nada.

    r: Quais temas, minha linda?

    Verdade :/


    Beijinhos, minha querida*

    ResponderEliminar
  2. Que publicação linda de se ler :)
    Fico feliz por todas essas coisas boas e por esse sentimento de coração cheio :D

    Beijinhos ^^

    ResponderEliminar
  3. r: Vai correr tudo bem, vais ver :)
    Obrigada e igualmente!

    O meu é mesmo do blogger. Faz parte dos novos que lançaram*

    ResponderEliminar

Não me diga que o céu é o limite, quando há pegadas na Lua.

Devaneia para a frente*
Os comentários serão respondidos no teu blog, se demorar muito... a culpa é da falta de tempo e/ou da preguiça!