21 abril 2016

"E é assim que eu mostro o que vai em mim"


O mais certo é que a maioria de vocês não conheça a música Fogo de Deus, eu digo-vos que é uma das minhas músicas favoritas do coro (não é do coro, mas vocês percebem, nós cantamos..), que mexe com todo o meu psicológico e que quem me é chegado lá no coro sabe o quanto, porque já me viu chorar enquanto cantava e soube depois o porquê.
Explicação dada e avançando: Conto-vos apenas que uma certa pessoa foi nos caminhos de santiago, eles têm um cancioneiro, então... Ontem de manhã, eram 9h, recebi um snap assim daqueles que não põe na história, que vai só para uma pessoa - e essa pessoa sou eu - com a foto de uma das músicas que lá estava. Que música era? Isso mesmo, Fogo de Deus.
(lembrou-se de mim, fiquei feliz por saber!)

8 comentários:

  1. Há músicas que nos marcam! E gestos assim deixam-nos sempre felizes *.*

    ResponderEliminar
  2. Não conheço essa, mas se for como umas que eu oiço até me aperta a alma até chorar..

    ResponderEliminar
  3. Vais ter de me explicar quem é essa certa pessoa porque isto de andar afastada da blogoesfera e não andar a acompanhar os blogues deixa-me desatualizada!

    R: Acertaste em tudo. Caí mesmo no erro de lhe voltar a dar toda a minha atenção e aquela semana não deve ter sido mais do que uma semana menos boa em que mal falámos porque as coisas voltaram mais ou menos ao normal. Mas mesmo assim eu sei que o melhor para mim (e para a minha querida sanidade mental!) é afastar-me dele. Ele só me faz sofrer e estou mesmo exausta de tudo isso!

    ResponderEliminar
  4. Eu não conheci mas acho que é daquelas músicas que faz bem ouvir.

    ResponderEliminar
  5. r: Já vim ler querida. Tenho estado muito ausente daqui. Como estás?

    ResponderEliminar
  6. r: se quiseres espreita no meu blog, partilhei ;)

    ResponderEliminar
  7. É sempre bom saber que alguém se lembra de nós pelos mais singelos pormenores :)

    ResponderEliminar

Não me diga que o céu é o limite, quando há pegadas na Lua.

Devaneia para a frente*
Os comentários serão respondidos no teu blog, se demorar muito... a culpa é da falta de tempo e/ou da preguiça!